Colaboração Alexandre Cury

 

Niver

Na impossibilidade de grandes comemorações, Luciene e Arnaldo Santos – ajudados a receber pelo filho João Neto – reuniram apenas 3 casais de amigos para festejarem o niver dela, no último domingo. Almoço caprichado rolou no apartamento do casal, decorado em estilo super contemporâneo by Luciana Aragão, sempre antenada.

Dendê

Os pouquíssimos convidados foram brindados com uma peixada dos deuses, preparada em todos os detalhes pelo anfitrião à vista dos convidados, o máximo do sabor e aromas exalando pelos salões. Presenças dos casais Dauta e Constantino Calapodopulos, Telma e Milton Castro e Miltinho Castro e Ana Helena.

Luciene Salles Santos e Arnaldo Santos com o filho João Neto na tarde de peixe e camarão do último domingo

Esta colunista, Luciene, Telma e Dauta

Linda médica Ana Helena e seu marido advogado e empresário Milton Castro Júnior chez Luciene e Arnaldo

 

Família reunida

A boa mesa tem mesmo sido a melhor escolha para as pequenas confraternizações. Foi também com um menu digno de revistas de gastronomia, que Mônica e Jales Martins, receberam os filhos no fim de semana, em sua residência. Vanessa, a arquiteta, veio de Rio Preto e Fabiano com a esposa Manuela – ambos médicos – vieram do Maranhão especialmente para a Páscoa antecipada com os pais. No cardápio 5 estrelas, destaque para o prato de entrada, preparado pelo “chef” Fabiano, tartar de atum sobre fried rice. Como prato principal, lombo de abadejo com crosta de farinha panko, parmesão e raspas de limão siciliano, molho de mostardas e cogumelos, pupunha e alho poró salteados na manteiga. Tudo divino!

Jales Martins e Mônica com os filhos Fabiano e Vanessa e a nora Manuela

A entrada chique do jantar em família

 

Rafael

Quem veio ao mundo no último dia 9 deste mês foi Rafael Nabut, primogênito do casal economista Lara Reis Nabut e arquiteto Guilherme Nabut. A família toda vibra com a chegada do primeiro neto do sexo masculino dos primos Regina e Carlos Alberto Nabut, que até então dividiam as atenções e o chamego com as princesas Alice e Marina. Nosso abraço extensivo também à avó materna de Rafael Reis Nabut.

Lara e Guilherme Nabut festejam a chegada do filho Rafael

 

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Após concluir especialização em Neurologia, em São José dos Campos, a médica Alícia Coraspe, filha dos amigos Evacira e Hector Coraspe, foi aprovada e já está matriculada no curso de Neuropediatria na USP de Ribeirão Preto. Na foto, com sua mãe Evacira

Bela médica e atleta Sarah Cecílio comemorou seu aniversário no Rio, ao lado do namorado Frederico Trindade

Vera Assumpção foi homenageada pelo filho Alexandre pelo niver segunda-feira 22 de fevereiro

Cada dia mais bonita e mais parecida com a mamy Tânia, Daniela Bulhões em temporada paulistana com sua amiga de infância Isabella Lucas

Dupla homenagem para as gêmeas Ani e Iná Bittencourt, que sopram velinhas dia 25

Márcia Cecílio Valle festejou B Day na casa da filha Fernanda, em Brasília

Super querida pela família e amigos, mais uma aniversariante deste mês: Maria Ângela Paiva Antônio…

Arquiteta Denise Carlini e a Designer de interiores Glaucia Cadima sopram velinhas hoje! Duas profissionais renomadas e queridas por todos. Elas estarão no CASASHOPPING 2021, Denise assinando o “Quarto do menino” e Glaucia assinando o “Loft”

Arquiteto Luiz Mário, comemorou seu niver ontem e recebeu inúmeras felicitações da família e dos amigos. Ele também estará no CASASHOPPING 2021, assinando o espaço “Brinquedoteca”

 

INFORMAÇÃO E OPINIÃO

Otimismo – Professor da Universidade Johns Hopkins, o cirurgião Marty Makary, disse em um artigo que a pandemia do novo coronavirus pode terminar em abril. Ele aponta a imunidade natural como fator chave para que encerrar a propagação do vírus. Tomara.

Fala – “Minha previsão de que a covid-19 praticamente desaparecerá em abril baseia-se em dados de laboratório, dados matemáticos, literatura publicada e conversas com especialistas. Mas também se baseia na observação direta de como os testes têm sido difíceis de obter, especialmente para os pobres”.

Torresmo РAdiada a Feijoada do Jockey. Anteriormente marcado para acontecer em mar̤o, o evento, segundo sua diretoria, ṇo ainda outra data prevista. Precaṳ̣o ̩ sempre a melhor solṳ̣o.

Bons ventos – Nos próximos cinco anos, os investimentos em energia solar e eólica devem criar mais de 1,2 milhão de novos empregos no Brasil, aponta um estudo do /fórum Econômico Mundial e da Accenture. O levantamento também estimou que o capital injetado no setor deve cortar em 28 toneladas a emissão de gases de efeito estufa.

 

Entrevista da semana

Perguntamos aos nossos entrevistados:

 

“Durante a pandemia, qual o seu grau de dependência das redes sociais?”

 

Confira o que eles responderam:

 

“Com relação a rede social creio que no meu caso não houve dependência, acho que eu ate diminui o uso. Mas acho que esta pandemia nos virtualizou, pois sem outro remédio tivemos que aprender a nos relacionar, a nos adaptar ao teletrabalho, às aulas on-line, às consultas médicas à distância… Whatsapp, Instagram, TikTok e Twitter viraram um prolongamento da nossa vida real, o modo inevitável de nos relacionarmos. Acredito que as redes sociais são desenhadas para jogar com nossa vulnerabilidade e nos viciam porque todas elas atendem a uma das necessidades básicas do ser humano, o de desenvolver um senso de pertencimento. Vejo que as redes se tornaram aliadas fiéis para muita gente durante o confinamento, inclusive até para se “desconectar” do que está acontecendo, porém foram também uma fonte de ansiedade pela grande carga de informações dessa crise sanitária e até pela saturação de tantas atividades oferecidas e de frustração por não possuir o que outros aparentemente têm. Infelizmente, como na maioria das vezes as pessoas não usam com equilíbrio, vejo uma maior prevalência de problemas de saúde mental.”

Rafael Ramalho – Consultor de RH

 

“Não creio que seja uma dependência sabe, uso conforme o necessário, do tipo responder e-mails, olhar o mercado mesmo parado, e buscar constantemente novidades. Nada que tire muito o meu tempo, mas obviamente é mais do que em tempos sem pandemia.”

Samuel Fellipe – Cantor

 

“A pandemia trouxe o exílio familiar, trouxe a solidão para alguns, mas também trouxe a companhia dos mais próximos e de forma intensificada. As redes sociais, neste interregno, foi o contato exterior que se tornou necessário em uma sociedade afastada de aglomerações, festas e interações sociais. No entanto, a rede social, sob o viés de trazer proximidade, também criou indivíduos que se tornaram vítimas de suas próprias frustrações emocionais e afetivas, na medida em que se depositou no mundo virtual uma importância que excede a razoabilidade. Esse excesso de importância dado às redes sociais, na realidade, apenas representa a imagem da nossa sociedade sedenta de afeto e profundidade intelectual e cultural. Contudo, durante a pandemia, as redes sociais trouxeram para muitas famílias a possibilidade do sustento, muitos lojistas, comerciantes e profissionais autônomos se reinventaram, crescendo seus negócios de forma exponencial. Portanto, se pensarmos por este aspecto, várias pessoas começaram a ser vendedores e não mais o produto das redes sociais, razão pela qual, o grau aumentado de dependência passa a ter uma conotação menos pueril e fútil, passando a ter uma relevância ímpar em uma sociedade que foi obrigada a frear a economia neste período pandêmico.  A pandemia, para mim, não trouxe uma dependência maior do que eu já sentia ter, ela apenas corroborou a minha procura pela internalização e conhecimento pessoal a fim de entender e traçar os limites entre ser saudável emocionalmente e ser exibicionista de uma vida falaciosa.”

Braulio Arag̣o Coimbra РAdvogado

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

 

 

Publicado em 24/02/21

Colaboração Alexandre Cury

 

Excelência

Abrimos nosso espaço de hoje para destacar nada menos que cinco médicos que se formaram aqui pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (hoje UFTM) e que ocupam importantes posições no segmento de Cardiologia em São Paulo. Por méritos próprios estão na linha de frente da administração do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (o maior hospital público da América Latina e um dos 50 melhores do mundo, segundo ranking de 2020 da Nesweek) e da Fundação Adib Jatene – que foi o terceiro diretor do Dante.

Brilhantismo

São profissionais que só engrandecem o nome de Uberaba, por aqui terem se formado, feito amigos para a vida toda e continuarem unidos, pois se consideram uberabenses de coração, com exceção de Romeu Meneghelo, que é de Uberaba, formado em 1971 na FMTM, Diretor da Divisão Diagnóstica do IDPC. Os demais são Roberto Botelho, de Araguari, formado em 1988 na FMTM, Diretor-Presidente da Fundação Adib Jatene; Fausto Feres, de Orlândia, formado em 1982 na FMTM, Diretor do IDPC e Presidente do Conselho de Curadores da FAJ; Olímpio Bittar, mineiro de São Tomás de Aquino, formado em 1973 na FMTM, Médico Consultor em Gestão do IDPC e da FAJ; e Kleber Franchini, de Igarapava, formado em 1984 na FMTM, Médico Consultor da Divisão de Pesquisa do IDPC. O grande e inesquecível Lineu Miziara foi quem “abriu as portas” do Dante Pazzanese para todos – nos idos de 1967 – fazem questão de reconhecer.

Da esquerda para a direita, os brilhantes médicos Romeu Sérgio Meneghello, Roberto Botelho, Fausto Feres, Olímpio Bittar e Kleber Franchini

 

Fernanda e Carlos Octávio

Emocionante o enlace do casal Fernanda e Carlos Octávio. Poucos convidados, como o momento exige, mas não menos especial. A Catedral Metropolitana foi toda preparada para receber os familiares e amigos para o tão aguardado “sim” dos noivos. Ela é filha de Cilene Fernandes e Luis Fernando Fernandes e ele filho de Luciene Ponciano Rodrigues e Carlos Rodrigues. Desejamos felicidades ao casal!

FOTOS: BRUNO RABELO

Os noivos com os pais dela, Cilene e Luis Fernando

Com os pais dele, Luciene e Carlos

Noiva com a mãe e com sua irmã Flávia Fernandes

 

“Uberaba não vai ser mais a mesma!”

Este é o slogan do Joao Menezes Beach, a sua arena Beach Tennis. O internacionalmente premiado tenista uberabense está construindo um complexo esportivo com nada menos que 8 quadras de Beach Tennis, academia de Ginástica, loja para os praticantes de Beach, bar com Deck, playground, vestiários, duchas, varanda Gourmet, espaço de convivência. Tudo isso em área nas proximidades do novo Forum.

 

90 anos

Super estimado advogado aposentado Dr. José Rodrigues de Resende completou 90 anos de vida na última sexta-feira, 12 de fevereiro, ainda em plena forma e cercado do carinho de sua família. Uma grande comemoração estava inicialmente planejada, para reunir seus incontáveis amigos e admiradores. Mas com a pandemia, os parabéns ficaram restritos aos filhos e netos. Cumprimentos da coluna, extensivo à sua esposa Lourdes Nair, aos três filhos do casal, Luiz Antonio, Zezinho e Mariinha e aos netos Ana Luiza, José Augusto, Maria Fernanda e Enzo.

Dr. José Rodrigues de Resende ao lado da esposa Lourdes Nair, dos filhos e netos

 

Fashion mont

Foi dada a largada para mais uma temporada de semanas de moda! O “fashion mont” começou no último domingo, dia 15, com o “American Collections Calendar”, como foi renomeada no momento a New York Fahion Week, permitindo que os designers se apresentem também fora das datas oficiais. Na sequencia acontecem as semanas de Londres (19 a 23.02), Milão (23.02 a 01.03) e Paris (01 a 09.03). Mais uma vez os eventos serão majoritariamente em formato digital (ou sem público ou com distanciamento social) e poderão ser conferidos por meio das plataformas on line.

Semanas de moda vêm por aí…

 

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Linda e plena, Marcela Cecílio Marques festejou niver em Trancoso, com a mamy Cecilinha

Niver da nossa amiga Bernadete Pinheiro – aqui com sua neta Marcella Frossard – foi festejado na boa mesa da família com um lauto jantar árabe

Luiz e Marta Montes receberam para noite de drinks o casal Luciana e Márcio Loureiro no domingo de Carnaval

Henrique Abdanur homenageou seu inesquecível avô Roberto vestindo a camisa do Uberaba Sport Club no dia do seu aniversário, em São José dos Campos

Nossa amiga, a arquiteta Ana Silvia Vianna, foi a festejada aniversariante de ontem. Ela estará no CASASHOPPING 2021, assinando o ambiente “Sala de leitura”. Temos certeza que será lindo!

 

Entrevista da semana

 

“Que pessoa você se tornou nesta pandemia?”

Confira o que os nossos entrevistados responderam:

 

“Primeiramente, uma pessoa mais agradecida a Deus por tudo que tenho. Ter família, casa, alimento e conforto diante de todos os medos e incertezas que vivemos nos dias de hoje é uma benção de Deus. No começo da pandemia estava presidente da Fraternidade Feminina Sol Nascente, uma entidade filantrópica composta pelas esposas dos maçons, e percebi que era hora de agir, de realmente fazer jus ao nome fraternidade, então juntamente com algumas fraternas, nossas famílias e amigos fizemos 3 lives e arrecadamos fundos para confecção de mais de 800 cestas básicas, que foram distribuídas por todos os bairros periféricos da cidade. E na distribuição das cestas pude perceber que os problemas que as vezes temos são tão pequenos diante de tudo que vi e ouvi dessas famílias, que mesmo com todas as dificuldades continuam lutando dia após dia para ter o alimento e um lar. Com isso me tornei menos consumista, mais prática, solidária, paciente, percebi que precisamos de pouco para sermos felizes. Hoje valorizo ainda mais a vida que tenho, a minha saúde, minha família… aprendi a viver um dia de cada vez e a sempre ter esperança de dias melhores. Espero que cada um possa ter aprendido algo bom com a pandemia, assim como eu aprendi, e que carreguemos esse aprendizado para o resto de nossas vidas. Eu acredito que isso tudo logo vai passar!”

Val̩ria Rodrigues РProfessora aposentada

 

“Difícil missão esta de autoavaliação. Embora seja importante nos conhecermos, mas fazer uma avaliação criteriosa de nossas atitudes e ações é algo muito importante e necessário, porém acredito serem poucas as pessoas que tem essa habilidade de se auto avaliar e de se auto conhecer.
Sou uma destas pessoas que não consegue viver na solidão. Aprendi desde cedo a viver rodeado de pessoas, seja no esporte coletivo, seja na escola, na igreja etc… Essa Pandemia veio me ensinar a viver um pouco mais isolado.
Aprendi que embora a doença possa ser uma “gripezinha” para algumas pessoas, pode nos tirar do nosso convívio familiares, parentes e amigos. É importante mudarmos nossos hábitos, costumes e preferências pela causa mutua. Manter a confiança no futuro, acreditar que temos um Deus no comando de tudo e que a vontade de Deus deve prevalecer a despeito da nossa. Embora haja tempestade ELE nos dá coragem para enfrentar o que tiver de ser. Que venha a vacina para ampliarmos novos horizontes.”

Walmir de Almeida Januário – Eng. Sanitarista, Civil e Seg. do Trabalho e Vice presidente do IEATM

 

INFORMAÇÃO E OPINIÃO

Vidas – O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, durante a pandemia já atendeu pelo SUS mais de 3.000 pacientes cardiopatas suspeitos ou com Covid, segundo seu diretor-presidente Fausto Feres.

Paleta – Vermelho-Valentino e amarelo estão entre as cores da cartela de sapatos e bolsas femininos das principais marcas nacionais para a próxima estação.

Maciça – Inspirado nos anúncios dos anos 90 a marca Dolce & Gabanna lançou campanha de peso na mídia do mundo inteiro em favor da Trevor Project, a maior organização mundial de prevenção e intervenção de crises suicidas para jovens lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer e questionadores (LGBTQ+).

Crow – Com fábrica em Uberaba, o Grupo Petropólis será o principal beneficiado com a instalação da planta da Crown na cidade, investimento de 650 milhões de reais. A fábrica terá capacidade de produção de 2,4 bilhões de latas de alumínio para bebidas por ano e deve gerar mais de 100 empregos diretos. A conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2022.

“Transbordar. Sair das bordas. Espalhar-se em torno. Derramar-se. Ultrapassar limites. Sair em várias direções. Seguir com muitos caminhos.”

 

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 17/02/21

Colaboração Alexandre Cury

 

Naianne e Paulo Fernando

Casaram-se no último sábado, em cerimônia super íntima, Naianne Detoni e Paulo Fernando Maciel. Celebração religiosa muito emocionante, feita pelo Pe. Manoel Messias, no Santuário da Medalha Milagrosa, apenas nas presenças dos pais e irmãos dos noivos, sem o tradicional cortejo de padrinhos. Mesmo assim, os presentes e os noivos vestiram-se comme il faut, com produções que mereceriam um grande e concorrida solenidade. Parabéns a eles, que souberam valorizar, como poucos, o sacramento do matrimônio.

Altar

No altar, ao lado de Naianne e Paulo Fernando, seus pais Andréa Vieira Alvarenga e José Roberto Detoni, Nilda Mateus Maciel e João Laerte Maciel e os irmãos de ambos, Luis Renato Mateus Maciel, Carlos Eduardo Mateus Maciel e Pedro Henrique Alvarenga Detoni. Foram damas de honra e pagem as crianças Maria, Maitê, Maria Eduarda e Lucca. Recepção com decoração de luxo no restaurante Mangiare, assinada pelo inimitável Alexandre Assumpção.

FOTOS: ALEX PACHECO

Naianne Alvarenga Detoni e Paulo Fernando Maciel, noivos de sábado passado

O brinde Naianne e Paulo com seus pais e irmãos

 

 

Tim-tim

Super querida pelas amigas, Cleide Sampaio ganhou festa surpresa de niver da sua turminha do carteado na semana passada, na bela residência de Mônica Paiva Martins. Só alegria e confraternização entre elas: a anfitriã mais Joana Malta, Bibi Gomes, Maria Zilda Cançado, Telma Sabino e a aniversariante, surpresa e feliz com tantos mimos, tantos brindes e tantas gostosuras à mesa de Mônica, gourmant de primeira grandeza – surpreendendo sempre.

Aniversariante Cleide Sampaio recebe carinho de sua grande amiga Joana Malta

Toda a turminha reunida na tarde festiva

Anfitriã Mônica Paiva Martins e Cleide

 

“Leiam Lélia Gonzalez!”

Esta foi a convocação da filósofa americana Angela Davis em recente passagem pelo país. Este mês a filósofa, antropóloga, professora, escritora, militante do movimento negro e feminista faria 86 anos. Por um feminismo afro-latino-americano reúne em um só volume um panorama amplo da obra desta pensadora tão múltipla quanto engajada. São textos produzidos durante um período efervescente que compreende quase duas décadas de história – de 1979 a 1994 – e que marca os anseios democráticos do Brasil. Boa leitura até mesmo para os que consideram o tema “realidade distante”.

Para ficar por dentro da trajetória…

 

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Sempre chique e descolada, empresária Tânia Bulhões festejou niver dia 2 – sob as bênçãos de Iemanjá – em Trancoso, ao lado dos filhos Virgilio e Daniela. Na foto, com sua nora Mônica Mendes, Verinha Arantes, Mônica Hial, Daniela Bulhões, e Josephina Abreu. Lindas! Maravilhosas!

Noite preciosa de prosa, poesia e memórias em Ouro Preto. Adriano Luis Furini, que teve o privilégio de ouvir o prefeito Angelo Osvaldo, escritor e o jornalista com Jorge Alberto Nabut, escritor e historiador

Amigos da vida toda Luciana e Márcio Loureiro Borges brindaram com vinho de safra especial seus 40 anos de casados domingo último, na maravilhosa fazenda da família. Apenas com os filhos e netos

Ao lado da irmã Marta Montes, Cassiano Santos Anjo, festejou niver na segunda-feira. Grande abraço

A homenagem mais que especial da coluna de hoje é para as Bodas de Prata dos queridíssimos Beatriz da Cunha Tahan Oliveira e Boanerges Campos de Oliveira Júnior, completadas na última semana. Sem festa, apenas um brinde com a filha, a advogada Júlia Tahan Oliveira. Tim-tim!

As amigas Vanessa Kimye e Laysa Zago aproveitando a Arena Beach Tennis no Shopping Center Uberaba!

Gabriel Januário já tem endereço fixo em São Paulo, onde iniciou seus estudos na Link School of Business

ELA DISSE “SIM”! Casal Aline Motoki e Flávio Almeida Afonso, ficaram noivos em Arraial D’ajuda. Felicidades ao casal

 

 

Entrevista da semana

 

“Nada será como antes.” Até que ponto isto reflete a realidade?

 

Confira o que nossos entrevistados responderam:

 

“No que tange à nossa realidade humana em sociedade e do nosso modus vivendi, observando a nossa linha do tempo em relação a escala evolucional; nos deparamos com um grande paradoxo que é podermos estar num “porto seguro” onde o Éden nos abastecerá de tudo. Porém, essa não é a nossa realidade. Desde a nossa concepção no ventre materno, temos que evoluir em todos os aspectos para buscarmos sempre ideais mais elevados e também necessários ao nosso bem-viver. A nossa escala de crescimento é extremamente acelerada e na maioria das vezes não a compreendemos ou entendemos. Um fato curioso foi o aparecimento da Covid-19 no ano de 2020. Algo tão minúsculo e que colocou em risco a vida humana na terra e da forma como vivemos e nos relacionamos em sociedade; nós nos ajustamos buscando novas formas do fazer: estudo, trabalho, lazer e vida em família. Nesse pensar, fomos educados a constituir família. Mas, não fomos educados a viver em família. E, num determinado momento, fomos obrigados a estar juntos numa só convivência e conflitos apareceram. Fato esse que se tornou estranho aos olhos de muitos: Quem é esse ao meu lado? Quem são esses pirralhos? Aqui é a minha casa? Eu moro aqui? Tenho que trabalhar junto com todos no mesmo espaço? Nessa linha de readaptação, a exemplo de épocas passadas, e também com a rapidez que a tecnologia nos impõe, achamos respostas e soluções para tudo: educação, trabalho, lazer, vida em família e até a vacina para tão temida doença. E nós como estamos? Depois desse cozimento tão rápido nessa “panela de pressão”, evoluímos e já não somos mais os mesmos. Tudo mudou e essa realidade que está às nossas portas nos cobrará uma nova posição. Essa realidade chama-se a dinâmica de uma nova ordem mundial da nossa sociedade. Isso é vida que nasce da vida.”

Marsônio José Ferreira – Professor universitário e Consultor empresarial

 

“Reflete totalmente nossa realidade. Grandes tragédias como guerras, revoluções e epidemias, ao longo da história, nos mostram mudanças funcionais do sistema socioeconômico, educacional, na área da saúde, de infraestrutura e humanitária entre os países. No comportamento humano , reflete mudança nas relações com os outros, consigo mesmo e com o mundo. É hora de evoluirmos como seres humanos, sociedade e Estado.
As adversidades entre países que culminaram em tantas guerras não cabem mais nesta nova Era que estamos vivendo. É o momento de ressignificar tudo isso e por consequência, nada será como antes.”

Renata Pinheiro – Arquiteta

 

 

“Nada será como antes”. Até que ponto isso reflete a realidade? Esse trecho da música de Milton Nascimento e Lô Borges, invariavelmente, traz à memória uma dualidade cujo debate acompanha o próprio desenvolvimento da humanidade: tudo é sempre constante e imutável ou a nossa única certeza é a própria inconstância? Falar que nada será como antes é optar pela segunda forma de enxergar o nosso mundo: tudo muda o tempo todo.
Sendo bem sincero, gostaria de ter uma resposta mais definitiva, mas desde a Grécia antiga, os pré-socráticos se debatem sobre isso, sem chegar a um consenso. A tão distante contraposição entre o universo imutável – Parmênides de Eleia – e as águas de um rio que não banham duas vezes a mesma pessoa – Heráclito de Éfeso – chega até o século passado nas músicas de Belchior e Milton e Lô, se digladiando para definir se permanecemos “como nossos pais” ou se “nada será como antes”.
De minha parte, acredito ser melhor espectador do que debatedor. Ganho mais lendo e ouvindo. Porém, se me espremerem, entendo ser mais correto conciliar as duas posições: não estamos em uma linha reta que nunca retorna ao ponto de partida, nem em um círculo que se repete indefinidamente. Gosto da ideia realista-esperançosa – bem suassuniana – de que estamos em uma espiral, com eventos que se repetem, mas em intensidades e formas diferentes.
Enfim, conciliar contraposições e não necessariamente escolher um lado nessa discussão milenar, talvez, seja o mais acertado. Precisamos conviver com dualidades como essa, entendendo que, conforme o tempo, o lugar, a ocasião e as pessoas, de uma forma geral, ainda “vivemos como nossos pais”; mas que o nosso próprio desenvolvimento faz com que, guardadas as devidas proporções, o “nada será como antes” também seja possível.”

Alexanndre Lennon – Advogado e Assessor Parlamentar

 

 

“Desde o final de 2019 o mundo sente os efeitos que um indivíduo microscópico pode fazer, o que em 2020 se intensificou e transformou-se em uma Pandemia. O Coronavírus, virou o mundo contemporâneo de pernas para o ar, e agora, nada mais será como antes! Mas como será o futuro próximo? Bom, no caso do Poder Público, creio que se a tecnologia não for implementada para serviços diversos, haverá uma catástrofe de gestão. Este é momento em que os Governantes tem para aderirem à nova era da informação e inovação. Nossa atual realidade se condiciona ao confinamento e distanciamento, mas ainda dependemos dos serviços públicos. E por que esses serviços, em sua maioria, não são informatizados/automatizados? A internet brasileira iniciou-se em meados da década de 90, a difusão dos computadores pessoais na mesma época e os smartphones desde o final da década de 2000. Não é o momento das prefeituras, governo estadual e federal se atualizarem por completo? O Brasil possui 5570 municípios, desses, após uma pesquisa minuciosa, verificamos que menos de 20% possuem base cartográfica e sistema que possibilite o acesso à informação territorial, de leis urbanísticas e procedimentos administrativos de interesse da população. Diante disso, foi criado o Websistema Urbcidades, que visa resolver este problema. Uma forma de amenizar os impactos da burocracia, da retenção da informação privilegiada e também no combate aos impactos da COVID 19. A resposta está na busca por Governos mais participativos e ativos junto aos Parques Tecnológicos, empresas de base tecnológica, Universidades, Startups e demais atores de ecossistemas de inovação.”

Daniel Rodrigues – Arquiteto e Urbanista e CEO Urbcidades

 

INFORMAÇÃO E OPINIÃO

Vida – Cumprimentos especiais da coluna ao aniversariante de ontem, Gilberto de Andrade Rezende, super cumprimentado por sua família e os incontáveis amigos e admiradores que conquistou ao longo da vida.

Pets – O Street Mall que está sendo construído na rotatória da Santos Dumont (Medalha Milagrosa) terá, além de outras 12 lojas, uma grande âncora paulista do segmento Pet Shop. Setor se expande na mesma proporção do que ocorreu com as drogarias em Uberaba. “Uma em cada esquina”…

E mais – Segundo consta, a principal concorrente do setor, assim que soube da instalação citada acima, veio à cidade e também vai abrir aqui sua franquia, se instalando no imóvel da antiga Texas/Disauto, na esquina das avenidas Santos Dumont e Leopoldino de Oliveira.

Reais РPortanto, Uberaba deve ganhar duas grandes lojas de Pet Shop em tempo recorde. Valor dos alugu̩is: 40 e 45 mil respectivamente. Revitalizando o centro da cidade, o que ̩ muito bom.

Cuidado – Mais uma vez insistimos na não aglomeração nos dias de Carnaval. São muitas as opções de lazer para todos nós.

 

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 10/02/21

Colaboração Alexandre Cury

 

Picanha

Churrasco chique – cortes nobres regados a cerveja e vinho tinto – deram a tônica na comemoração do niver de Dauta Helena Calapodopulos na última sexta-feira, na varanda gourmet do Edifício Virgynia, espaço in totalmente remodelado. A família e os amigos brindaram a aniversariante em ocasião intimista, clima de alegria e descontração.

Dauta Helena Calapodopulos cercada pelas amigas Maria Eugênia Marxen Teodoro, Telma Sabino e Luciene Salles Santos; ao seu lado, a linda filha, doutora Ana Helena

Nathalia, Marília, Ana Helena, Dauta, Daniela Fleming e Rafaela

A aniversariante recebe o carinho dos netos Manuela, Guilherme e Constantino Neto

 

Nobreza

A quinta-feira, 28 de janeiro, o quadro de Sandro Botticelli “Jovem Segurando uma Medalha” (1480) foi vendido na Sotheby’s de Nova York por nada menos que 92.184.000 dólares, recorde para pintura de antigo mestre. O quadro foi pintado há cerca de 550 anos e ninguém sabe ao certo quem é o jovem; talvez algum membro da poderosa família Médicis. O rapaz carrega nos cabelos a moda da época: ondulados e repartidos ao meio. Nas roupas e está mais trabalhado na simplicidade, nada de jóias ou enfeites, mas sabe-se que ele era rico, por causa das cores utilizadas na pintura – o roxo das vestes era muito ligado à nobreza e o azul ultramarino do céu se tratava, então, de um pigmento caríssimo. Existe uma pintura dentro da pintura, o medalhão de santo atribuído ao pintor Bartolommeo Bulgarini.

Quadro de Botticelli bateu recorde de venda em Nova York na semana passada: “Jovem Segurando uma Medalha”

 

Luxo

Desde que aterrissou aqui, depois de residir 14 anos em Paris, Taciana Mendes tem sido paparicada pelos seus incontáveis amigos, sendo que os mais íntimos não se cansam de recebe-la para almoços, jantares, lanches, chás e cafezinhos. Na sexta-feira, foi a vez de Jorge Alberto Nabut e Lélia Bruno recepcionarem Taciana. Jorge ofereceu seu “petit palais” e Lélia preparou o divino bacalhau. Louças e cristais que poucos possuem dando as cartas à mesa. Para apenas – e exclusivos – quatro talheres. Adriano Luiz Furini completou o quarteto.

Adriano Luiz Furini, Jorge Alberto Nabut, Taciana Mendes e Lélia Bruno chez JA

 

Póstumas

Em apenas uma semana a cidade perdeu pelo menos três comerciantes de peso do bairro São Benedito, entre eles nosso querido e estimado Cecílio João Júnior, o Cecilinho, o fundador da Casa Verde Presentes, cujos cumprimentos à família já enviamos particularmente, pelas redes sociais e agora através deste espaço. Já sentimos a sua falta, persona indescritivelmente carismática que foi. Outra perda sentida foi a do senhor Antônio Saad, da Casa Temos Tudo, imigrante libanês que fez a vida e criou sua família aqui em nossa Uberaba; e, no domingo, faleceu Nereu, do icônico barzinho perto da Rodoviária. Descanso eterno.

 

SINTA NA PELE TODO PODER DO ÁCIDO HIALURÔNICO

Super em alta, o ácido hialurônico é o queridinho que queremos manter sempre por perto, mas aí entra a questão: por qual motivo? Ele é uma molécula de açúcar produzida pelo nosso organismo, que pode reter até mil vezes a capacidade do seu peso de água, o que faz dele um super hidratante e firmador para a pele. Porém, como nem tudo são flores, a partir dos 25 anos o corpo vai diminuindo essa produção, ocasionando o surgimento dos sinais do tempo, por isso a importância de optar por produtos, como dermocosméticos, e procedimentos que tenham esse ativo presente. Para Ana Vera Abdanur, não é à toa que a substância ganhou uma ótima fama e se tornou o xodó no mundo estético. “Eu, particularmente, acho que o ácido hialurônico é uma revolução no mundo da beleza. Suas diversas funcionalidades são altamente eficazes, sendo indicado para hidratação da pele, suavização de rugas ou linhas de expressão, minimizador de marcas de acne, agente anti-flacidez e preenchedor”. Em relação a função de preenchedor, a esteta explica que a procura tem sido cada vez maior, pois as pessoas têm visto que a substância possui várias funcionalidades e todas elas promovem resultados extraordinários. “Seja para preencher áreas isoladas ou em conjunto com outros procedimentos em uma harmonização facial, o ácido minimiza sulcos como olheiras ou rugas, aumenta os lábios, alinha imperfeições do nariz, demarca o maxilar e pode até preencher celulites, tudo isso com resultados que, dependendo de cada paciente e sua rotina, podem durar até 2 anos”. Para Ana Vera, o ácido hialurônico veio para ficar, mas é bom sempre ficar alerta ao profissional escolhido para realizar qualquer procedimento e no tipo de produto utilizado. Lembre-se sempre que o barato pode sair caro.

Dupla infalível em matéria de beleza e bem estar: Dras Ana Vera e Adriana, do Espaço A

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Amigos queridos, Aninha e Eleiçon Mariano brindam este mês 28 anos de casados. Grande abraço

Mais um casal do coração festejando Bodas: Maria Lúcia e José Elias Miziara completaram 50 anos de casados – ainda em lua-de-mel

Lindas e descoladas Electa Junqueira e suas filhas Renata e Esmê

Foi em torno dos 13 anos de sua linda neta Luiza, o jantar privê que Maria Bárbara Barsan ofereceu à família na última semana

Marília Andrade Cordeiro, nossa amiga aniversariante do dia primeiro do mês

Regina Coelho Nabut, nossa prima também aniversariante desta segunda-feira

Aniversariante de hoje, a renomada e competente arquiteta Karine Assumpção. Ela estará no CASASHOPPING 2021, assinando o ambiente “Restaurante”, já estamos ansiosos

 

 

Entrevista da semana

“O que você considera primordial na sua ocupação profissional?”

 

Confira o que nossos entrevistados responderam:

 

“O que é a vida sem a fotografia? O que é a experiência sem fotografia? O que são os melhores momentos da vida sem a fotografia? O que é a sua imagem sem a fotografia? O que é a sua personalidade sem a fotografia? O que é a sua empresa sem a fotografia? O que é seus produtos sem a fotografia? O que são os lugares, paisagens, viagens sem a fotografia? O que são suas memórias sem a fotografia?. A fotografia é primordial para nossa vida. ”

Alex Pacheco – Fotógrafo

 

“Primordial para mim é a satisfação do cliente. Trabalhar com amor fornecendo soluções elegantes e atemporais. Sempre zelando pela qualidade de cada projeto. Proporcionar um resultado além da expectativa.”

Taciana Borges – Designer de interiores

 

“O que é primordial em um profissional de publicidade e marketing estratégico é o conhecimento e o estudo constante. Esta é uma profissão que o melhor resultado é em poder auxiliar um empresário a aumentar sua competitividade e presença no mercado, fazendo dos seus produtos e serviços a melhor solução aos olhos do consumidor.”

Alberto Goulart – Publicitário

 

INFORMAÇÃO E OPINIÃO

Mito – Após 18 anos de uma liderança competente e admirada em todo o planeta, os alemães despediram-se de Angela Merkel com nada menos que 6 minutos de calorosos e ininterruptos aplausos. Não à toa foi apelidada de “A Senhora do Mundo”. Vai fazer muita falta para o equilíbrio do bloco europeu.

Céu de brigadeiro – Finalmente, o retorno dos vôos para Beagá, saindo de Uberaba, a partir do dia 1 deste mês. Ufa!!! Esperemos São Paulo.

Out – Mesmo assim não dá para compensar a perda da agência do Agro da CEF. Uma vergonha. Araxá, Patrocínio e Uberlândia foram contempladas com novas agências Agro, em plano de franca expansão.

Tim-tim Covid – A TVBS, rede de televisão de Taiwan-China, acaba de noticiar que a Universidade de Medicina da China (CMU – China Medical University) divulgou um estudo sobre tratamentos anti-coronavírus, que descobriu que os taninos do vinho podem prevenir a infecção do Covid 19. A Veja traz ampla reportagem sobre o assunto.

Cartas marcadas – Enfim, encerrada a novela a eleição nas duas casas que compõem o Congresso Nacional. Tudo o mais previsível possível, mostrando que em política tradicional o presidente Bolsonaro é mesmo craque. Os 3 bi destinados à aprovação de novas emendas em pról da governança seriam suficientes para vacinar 100 milhões de pessoas. Uma pena.

Serpentina – “Em feverê… tem Carnaval…” Não tem não! Este ano sem folia de Momo, nem em fevereiro nem em março, como de vez em quando costuma ser. Tempo de se resguardar, ficar em casa, tomar sol, cuidar das plantas, das crianças e dos pets, cozinhar gostosuras, ir pra fazenda, fugir das aglomerações. Por favor.

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 03/02/21
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2021 (23)
  • expand2020 (58)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2021 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress