Dando início às atividades abertas ao público, em 2013, a nova diretoria da Academia de Letras do Triângulo Mineiro presidida por Jorge Alberto Nabut, realiza a primeira reunião, dia 27 de abril, às 10 horas, na Biblioteca Municipal. Em pauta, as atividades realizadas e em realização, em dois meses, desde que assumiram os cargos, os novos presidente e diretores.

Enriquecerá o evento, palestra de André Azevedo sobre Mário Palmério, que foi um dos fundadores da ALTM e o representante da nossa região na Academia Brasileira de Letras. O pesquisador estará também lançando o livro Mário Palmério –  o homem e o mito, que acaba de vir à tona.

Publicado em 26/04/13

Uberaba vai sediar, no próximo dia 23 de abril (Dia de São Jorge), terça-feira, das 9 ao meio-dia, e das 14 às 19 horas, em UM DIA COM ANA LUIZA BRASIL, na Alternativa Cultural, para o lançamento aqui, do seu livro “Papo sem Cabeça”.

A obra é uma coletânea de escritos da autora e que, ao longo dos seus 54 anos de vida, foram publicados na imprensa mineira de Uberaba, Araguari e Estrela do Sul, outros conhecidos pela internet, e ainda outros anotados em cadernos e que são frutos de sua inspiração. O livro tem, além do Prefácio, Apresentação e Conclusão, cinco capítulos: Grávida de Mim Mesma, Luca, Pra Começo de Conversa, Café com Prosa… e Poesia e Frases Abertas.

“Grávida de Mim Mesma” conta um pouco da vida de Ana Luiza, suas raízes, infância, mocidade, maternidade, maturidade, numa forma poética e descompromissada de sequência lógica ou de tempo. É o coração no comando de sua história. “Luca” é – como a autora mesma diz – um capítulo à parte na vida dela, tamanha a importância desse amor que, segundo ela, é corpo, mente e alma, em profunda harmonia e comunhão. “Pra Começo de Conversa” são editoriais ou crônicas que iniciavam muitas páginas editadas na imprensa, principalmente de Uberaba-MG, no período entre 1979 a 2000, tais como “Corpo e Alma”, “Cá pra Nós” e “Espaço Reservado”, e outras na imprensa de Estrela do Sul e Araguari, no período de 2003 a 2006, tais como “Bem Zen”, “Vem Cá” e a própria “Corpo e Alma”, e tratam de temas variados. “Café com Prosa…e Poesia” é uma miscelânea de prosas e versos, onde a autora publica muitos escritos que estavam guardados na gaveta, outros que foram em homenagem a alguém ou a alguma data comemorativa, e ainda outros sobre a sua forma pessoal de sentir, agir e perceber a vida. “Frases Abertas”, quando se diz muito em poucas palavras.

Ana Luiza Brasil diz que “Papo sem Cabeça”  é uma pausa para a cabeça e um convite para o coração. É realidade, pois fala, além dela própria, de pessoas reais, de experiências reais, de sentimentos reais, mas de uma forma que não faz acrescentar informações para a cabeça, incentivando a debates e argumentações, mas, sim, faz vibrar o coração, abrindo espaço para o intuitivo e para a permissão de se caminhar mais leve pela vida afora.

Publicado em 10/04/13

A banda cover fará apresentação única em Uberaba,  no dia 13 de abril, às 21h, no Teatro Sesiminas, em uma realização da ShowBrasil Produções, com apoio do Shopping Uberaba na divulgação. O grupo foi fundado em 1976 e já realizou por volta de seis mil shows. Beatles 4ever, considerada pela crítica a melhor banda cover de Beatles da América Latina com espetáculo marcado pela fidelidade. Réplicas de roupas e adereços dos figurinos da época são utilizados durante o show, assim como os instrumentos O show conta em detalhes a trajetória da banda mais importante de todos os tempos.  Ingressos disponíveis na panificadora O Rei do Pão de Queijo (3333-6909).
Publicado em 06/04/13

 

Esta saudação e muito mais, podem ser aprendidas no maravilhoso livro “Os Ovos de Fabergé”, de Toby Faber, Editora Record. A pretexto de contar a vida e obra da família de joalheiros Fabergé, ele acaba tecendo o fio da meada da revolução russa de uma maneira inusitada, até seu fatídico final, sem perder de vista a interessante história da casa de jóias mais importante do país e seus preciosos ovos.

 

 

Alguns dos 54 “Ovos Imperiais” que Fabergé fez para a família real russa. Sobreviveram 46, espalhados mundo afora.

Que não por acaso foram inventados pelo tzar Alexandre III, na Páscoa de 1885, quando encomendou o primeiro, o ovo “Galinha”, para presentear sua adorada Maria Feodorovna, transformando em jóia a tradição ancestral da troca de ovos de galinha enfeitados no dia da comemoração da Ressurreição de Cristo, símbolizando a vida renovada pela “esperança da passagem”, na festa religiosa mais importante da Igreja Ortodoxa russa.

 

O ovo “Galinha” : o primeiro dos ovos imperiais, encomendado por Alexandre III na Páscoa de 1885, inaugurando o último sinônimo de esplendor da Rússia tzarina. Aparentemente sem mais, a grande surpresa é que o ovo, copiando uma boneca “matrioshka”, continha esta gema acima, feita de ouro e dentro dela uma galinha, idem, idem.

 

O “Ovo Militar em aço”: o último a ser feito, na Páscoa de 1916, presente de Nicolau II a imperatriz Alexandra. A surpresa do ovo é esta miniatura de quadro sobre cavalete, que mostra uma cena de Nicolau II junto com seu filho e herdeiro Alexei, debruçados sobre mapas com oficiais de alta patente, já que estavam em plena Primeira Guerra.

O requintado presente acabou tornando-se obrigatório, na família real, até a abdicação de Nicolau II ao trono da águia bicéfala, em 1916. Um a um, somente os ovos imperiais vão sendo descritos no livro com minúcia de detalhes, uma leitura curiosa e rica. Adoro pontos de vista pitorescos para antigas histórias, têm sempre a acrescentar.

 

Este é Peter Carl Fabergé que comandava a joalheria russa mais emblemática, na época dos “Ovos Imperiais”!

Fabergé produziu, em tese, 69 ovos, sendo 54 os chamados imperiais, isto é, os encomendados pelos tzares Alexandre III, seu idealizador, e Nicolau II, que prosseguiu com o hábito paterno, até sua renúncia ao trono. Os temas, pra confecção dos ovos, giravam em torno de datas comemorativas do império, referências à vida pessoal da homenageada ou ainda tradições rusas.

 

A linda tzarina Maria Feodorovna a inspiradora do luxo dos luxos, os ovos Fabergé!

 

A Imperatriz Alexandra Feodorovna, deslumbrante e também musa inspiradora.

As tzarinas Maria Feodorovna e Alexandra Feodorovna foram as únicas inspiradoras e “recebedoras” do presente pascal mais requintado da face da terra, os ovos imperiais de Fabergé, eles o último sinônimo de esplendor da Rússia czarista. BN

ALGUNS OVOS ENCOMENDADOS POR ALEXANDRE III:

 

O “Ovo Relógio da Serpente Azul”, de 1887, no qual a lingua de uma serpente indica a hora, é lindo em seu trabalho de esmalte espetacular. Este e o ovo “Galinha” foram os únicos que sobreviveram, da década de 80.

 

O lindo ovo “Memória de Azov”, presente da páscoa de 1891 de Alexandre para Maria… O grande barato é que eles sempre traziam uma surpresa em seus interiores.  Aqui, é o lindo navio em que viajavam os dois filhos do casal real, na época da Páscoa.

 

Ovo “Palácios Dinamarqueses” de 1890, de Alexandre para Maria, relembra a terra natal da tsarina e é feito de liga tonalizada de ouro, coberta por esmalte absolutamente polido: Hi tech!

 

Um lindo mini biombo com cenas da Dinamarca era a surpresa do ovo acima. Até hoje nossos ovos de chocolate copiam esta prática de presentes velados.

ALGUNS OVOS ENCOMENDADOS POR NICOLAU II:

 

O lindo ovo “Coroação” que Nicolau deu para a imperatriz Alexandra, em 1897, comemorando a deles, é considerado por muitos, a obra-prima de Fabergé.

 

O espetacular ovo de 1900, “Transiberiano”, que trazia como surpresa a réplica miniatura do trem, em ouro maciço: celebra o feito que permitiu à Rússia dominar os mercados da Ásia, “das praias do Pacífico aos pés do Himalaia”.

 

Em 1901, Nicolau presenteou a mãe Maria Feodorovna com o ovo “Palácio Gatchina”, baseado na sua casa de veraneio.

 

E no mesmo 1901, o ovo de Alexandra foi o “Flores Selvagens”. Flores para Alexandra, gravidérrima da sua quarta filha, Anastasia.

 

O deslumbrante ovo de 1903, “Pedro, o grande” quem ganhou foi Alexandra, comemorando os 200 anos a fundação de São Petersburgo pelo tsar Pedro, o grande.

 

O ovo “Kremlin”, de 1906, foi dos mais elaborados, representa a linda catedral Uspenski.

 

Ovo “Iate”, de 1909, que comemorava o novo barco do casal real.

 

Para Maria Feodorovna, em 1910, o ovo “Alexandre III Equestre” fez a sua Páscoa, pois relembrava seu adorado marido.

 

O “Ovo Inverno”, da Páscoa de 1913, foi concebido por Alma Pihl, das poucas mulheres que desenharam para a joalheria. Encomendado por Nicolau II para a mãe Maria Feodorovna: dos mais lindos!

Publicado em 01/04/13

Território Poesia apresenta o resultado do encontro dos atores da Cia. Rogê e das crianças atendidas pelo Ponto de Cultura Livro em Cena com o livro Geografia da Palavra. Seja através de releituras poéticas ou corporais, seja através de registros fotográficos ou do concerto musical que será apresentado no Centro de Cultura José Maria Barra, esse é o momento de celebrar a obra de Jorge Alberto Nabut.

Em 2012, quando a Cia. Rogê encerrou a temporada do espetáculo Geografia da Palavra, a única certeza que o grupo tinha era a de que o projeto era apenas uma semente. Depois de grande repercussão e sucesso, o espetáculo tinha fôlego para novas propostas e olhares. Mais que apresentar o espetáculo e a obra de Jorge Alberto Nabut, Geografia da Palavra desejava por construir pontes de diálogo com agentes de protagonismo cultural da cidade de Uberaba. Destes diálogos, nasceu a parceria com a SABI – Sociedade Amigos da Biblioteca Pública Municipal “Bernardo Guimarães”, associação sem fins lucrativos, que desenvolve, em parceria com o Ministério da Cultura e a Fundação Cultural de Uberaba, o Projeto Ponto de Cultura Livro em Cena.

Saiba mais: O Ponto de Cultura Livro em Cena tem como objetivo a dinamização da leitura em espaços comunitários, possibilitando a ampliação da cultura literária, a fim de aproximar livro-leitor-escritor, a partir da interação da população com os atores culturais, arte-educadores e escritores, e do diálogo e da reflexão das obras da literatura brasileira e uberabense. Juntos, Cia. Rogê e Ponto de Cultura Livro em Cena prepararam extenso calendário de atividades para homenagear a rica trajetória artística do jornalista, historiador, teatrólogo, cineasta e escritor, Jorge Alberto Nabut. Confira a rota de versos do Território Poesia e descubra a poesia de Jorge Alberto Nabut sob novos olhares.A seguir:

* Rota de versos Alternativa Cultural Sarau Supimpa! Lan̤amento MUH! Especial РMeninos Verbos 02 de abril de 2013 Р19h30 Entrada Franca

* Exposição Artística + Varal de Poesias 02 a 17 de abril de 2013 visitação: seg à sab das 09h às 19h Entrada Franca Rua Major Eustáquio, 500

* Centro de Cultura Jos̩ Maria Barra РTeatro SESI Minas Geografia da Palavra em Concerto Ingressos: R$ 50,00 (inteira) e R$25,00 (meia) 12 de abril de 2013 | 21h 14 de abril de 2013 | 20h Pra̤a Frei Eug̻nio, 231 Ṣo Benedito, Uberaba, Minas Gerais. (34) 3322-2021

* Centro Administrativo Jornalista Ataliba Guaritá Neto Lançamento do livro Território Poesia: Universos em Versos da Geografia da Palavra. 18 de abril de 2013 – 19h Entrada Franca Av. Dom Luiz Maria Santana, 141 Mercês, Uberaba, Minas Gerais. (34) 3318-2000

 

Publicado em 27/03/13

 

Manhã de sol em Moscou, uma das cidades palco do romance e do filme Anna Karenina, baseado no livro homônimo e maravilhoso de Leon Tolstoi.

Embora ainda não tenha chegado aqui, o filme é maravilhoso e ninguém pode deixar de assistir, quando puder, por duas razões especiais: o figurino e as jóias. Um espetáculo deslumbrante! Tanta beleza é de  encher a nossa alma!

Croquis de alguns dos vestidos lindos idealizados pela figurinista Jacqueline

 

Jaqueline Durras, a figurinista do filme, recebendo o Oscar de 2013, da categoria. Sem se apegar ao vestuário estrito da época, Durras inspirou-se, sobretudo, em quadros da década de 1870, a mesma da trama que se começa em 1874, e também nos looks Dior dos anos 50; o resultado é sublime!

 Vejam o esplendor de algumas cenas abaixo…

Vejam algumas produções de “cabeças” que a levaram a figurinista ao pódio maior do cinema…

AS JÓIAS BY CHANEL ROUBAM AS CENAS

O estonteante colar de flores, que funciona como na vida real, em vários  looks…

Com os vestidos preto e vinho…

 

… e também vai lindamente com este branco!

Os brincos muito lindos….

 

Compõe também, primorasamente, várias produções!

 

Pérolas e Chanel, uma parceria para sempre.

 

Os brincos lindos que completam o colar, no filme.

Vejam que efeito sensacional!

Delicadeza e muita beleza!

OS PRINCIPAIS LOOKS

O look de cambraia, o mais light de todo o filme!

 

Publicado em 22/03/13

Novo show de Andrè Pharp e Maria Alice Braga, Mèlange, será mostrado em Uberaba, no dia 23 de março, às 20h, no Restaurante Bucattini, na avenida Santos Dumont, 1656, com convite individual vendido por R$ 50, incluindo o couvert incluso.  A renda será revertida integralmente à Associação dos Voluntários de Combate ao Câncer de Uberaba-Vencer.

Mèlange significa mistura e os artistas interpretarão repertório que mescla músicas francesas e brasileiras com Jacques Brel e Tom Jobim; Edith Piaf e Chiquinha Gonzaga; Chico Buarque e Michel Berger. Um espetáculo que promete emocionar e surpreender o público.

A Vencer é parceria da Vamhus/Voluntários Amigos do Hospital Universitário da Uniube, que colabora com a venda de convites que os interessados podem adquirir  pelos telefones (34) 3318-2841 ou 3077-2030, das 8h30 as 12h e das 13h às 17h, e, ainda, 3333-1952 e 3314-8184.

Publicado em 12/03/13

Publicado em 09/03/13
Com seu humor característico e consagrado popularmente, o Rei do Glu-Glu diverte a platéia com performances que marcaram sua trajetória na televisão e histórias de sua carreira desde a estréia como jurado do programa de calouros no SBT, ao lado de Silvio Santos. As participações na TV Globo, na década de 1990, ao lado de Xuxa e Chico Anysio também são lembradas, assim como as passagens pelo cinema, histórias do seu padrasto General e seus relacionamentos amorosos. E agora ainda acrescenta em seus espetáculos, episódios vividos por ele e seus companheiros no reality show ‘A Fazenda’.
O artista entretém a plateia com suas histórias hilariantes e seu estilo próprio de humor, sempre interagindo com a plateia e presenteando-os com brindes de seus patrocinadores. Famoso por suas cômicas músicas, como ‘bilú tetéia’ e ‘um capeta em forma de guri’, Mallandro também dança nos seus espetáculos, fazendo com que todos dêem muitas risadas das suas performances. Ele também dá o ar da sua graça nos vídeos do youtube que alcançam mais de um milhão de visualizações com vários comentários elogiando.
Mallandro ficou em cartaz durante um ano no Teatro Miguel Falabella no Norte Shopping (RJ) além de manter-se em cartaz no Teatro dos Grandes Atores no Shopping Barra Square (RJ) até a atualidade, onde já levou mais de cem mil pessoas para assistirem seu espetáculo e foi campeão de bilheteria de fevereiro a setembro de 2010, obtendo lotação máxima todos os finais de semana. Agora, em cartaz também em São Paulo, já chegou fazendo muito sucesso alcançando lotação máxima no Teatro Frei Caneca (SP) em plena terça feira. Com mais de um ano de muito sucesso, quem já assistiu, afirma ser garantia de boas risadas. E quem ainda não assistiu, com certeza está perdendo. Com duração de aproximadamente 80 minutos, todo mundo se diverte muito e deixa o teatro com a vontade de voltar mais vezes.
O evento promovido pela Show Brasil será nos próximos dias 16/03/2013 – Sábado – 21h e 17/03/2013 –Domingo – 20h no Teatro SESIMINAS, com classificação indicativa de 14 anos
Ingressos: $70,00 Inteira / $35,00 Meia-Entrada
Ponto de Vendas: O Rei do Pão de Queijo (ao lado do Mercadão
Contatos:
Kleyton Borges: (34) 9120-2636 – borges@showbrasilproducoes.com.br
Ronaldo Junior: (34) 9140-2010 – ronaldo@showbrasilproducoes.com.br
Publicado em 09/03/13
Só mesmo quem está completamente desvinculado do mundo, para não aplaudir de pé este grande artista plástico que a cidade tem orgulho de ter como “seu”. Incansável e de um talento à flor da pele, Hélio um dos poucos artistas que leva o nome de Uberaba para todos os cantos do Brasil – incluindo exposições e galerias de peso – e até ao Exterior.

Pois bem, desta vez, como a multiplicidade que lhe é peculiar, Hélio Siqueira nos presenteia com uma exposição inédita, cuja montagem está dando o que falar nas rodas de gente evoluída e sabedora do valor imensurável de uma obra de arte.

 Inaugurada no último dia 1º de março. A exposição denominada “Pintura/Pinturas” pode ser vista e admirada na Galeria de Arte do SESI/FIEMG na Praça Frei Eugenio. A mostra conta com uma seleção de 41 pinturas que sintetizam a produção de pinturas de Hélio nos últimos cinco anos. Já estávamos sentindo falta, pois há muito tempo artista não realiza uma exposição pública desses trabalhos, até então restritos a espaços culturais de fora, sempre como convidado especial.

 A exposição do SESI/FIEMG em Uberaba agrupa trabalhos com técnicas do óleo sobre tela e da encáustica sobre tela. A encáustica é uma maneira de pintar onde se adiciona cera de abelha á tinta a óleo, o que dá maior brilho e leveza aos trabalhos. É também uma técnica milenar de pintura.

 Todos os uberabenses estão convidados a visitar a mostra, preparada pelo artista com o maior carinho, e mais uma vez brindar Hélio Siqueira nestes seus admiráveis 45 anos de carreira. A Galeria do SESI/FIEMG tem um horário de funcionamento invejável: das 9 às 21 horas e um mês de exposição.

Veja abaixo algumas imagens e confira as outras pessoalmente

Vista geral da galeria

 

Aqui, um dos estilos que consagrou Helio Siqueira
Sumaya Oliveira, presidente da Fundação Cultural de Uberaba e Hélio Siqueira na noite de abertura da mostra

Que maravilha! Este é o meu preferido

Publicado em 07/03/13
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, colunista há mais de 25 anos e ao longo desse tempo, assino coluna que leva meu nome, onde busco trabalhar de forma abrangente e sólida. Ao mesmo tempo em que faço coberturas de festas, aniversários, casamentos, debuts, batizados, abro espaço para notícias de moda, decoração, gastronomia, arte e cultura, estilo de vida, temas sobre os quais, aliás, já editei matérias em cadernos especiais de jornais e revistas de Uberaba.

Continuar Lendo...

Comandei programa de entrevistas em TV local, sempre procurando destacar as  pessoas pelo seu talento. Tendo essa qualidade, todos estão prestes a figurar, a aparecer, a ser notícia também aqui neste Blog.O foco do meu trabalho jornalístico é sobre um colunismo social de eventos, mas também de hábitos e costumes, de identificação de dons artísticos, culturais e empresariais, num universo tão informativo quanto opinativo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade Federal de São Carlos. Sou também empresária do setor gastronômico. Filha, mãe, avó e batalhadora!

Zoom Agência Digital
Fornace – A Sua Melhor Pizza
Arquivo
  • expand2013 (65)
  • expand2012 (494)

© 2017 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress