em: Viagem
Voltar à Cracóvia após 9 anos foi mais uma vez uma coisa maravilhosa. Estive na primavera de 2009 e o clima estava bem frio, mas mesmo assim adorei a cidade.
Retornei agora em Maio na Primavera e a cidade estava iluminada ao pé da letra, pois havia sol até tarde.
O polon√™s √© o povo mais cat√≥lico do mundo, haja vista o n√ļmero de igrejas; talvez por esta religiosidade intensa, eles sobreviveram √†s guerras sem perder a alegria e hospitalidade.
Além das visitas obrigatórias que já havia feito na cidade como Colina Wavel, mina de sal, cidade antiga e Auschuitz , Cracóvia oferece muito mais. O melhor é ver a efervescência de pessoas, sentada em um restaurante da praça do mercado, Rynek Glowni, ali tudo acontece.

Igreja com duas torres

O Mercado é uma construção ladeada pelos dois lados com arcos imponentes e dentro adornado por estruturas de madeira que separa os quiosques.

Mercado

Ali tudo √© maravilhoso e muito barato, o melhor lugar para comprar √āmbar ( a √ļnica gema de origem vegetal),
pe√ßas de madeira, croch√™ e cer√Ęmicas. Ali√°s, a cer√Ęmica merece destaque na arte e com√©rcio da Polonia, pois s√£o maravilhosas e muito baratas.
De fora do mercado tem artistas vendendo quadros, floristas fazendo tiaras de cabelo com flores naturais e muito mais …
Os m√ļsicos est√£o presentes em toda a cidade, tocando violinos e acordeons , inclusive por crian√ßas ciganas. √Č um presente para os olhos e cora√ß√£o.
A praça replete de cafés e restaurantes na calçada e todos separados por cercas muito floridas. Ali a vida passa devagar para apreciarmos tanta beleza e alegria. Os restaurantes lotados e lindos servem uma culinária de primeira a preços bem razoáveis comparados com o restante da Europa.
Uma dica imperdível é ir ao Wesele tomar a sopa no pão.
Outra opção chiquerrima é ir ao Szara Restaurante. Citado no Guia Miclelin 2018
Descendo a praça siga na rua Grodska ,onde tem uma grande concentração de sorveterias e lojas.
Aproveite para passear de Tuck tuck e apreciar os maravilhosos parques ao redor da cidade antiga.
Tendo um tempo é legal visitar Wadowice , a terra de João Paulo II.
Lá além da igreja tem o museu onde era casa que ele nasceu e cresceu, com objetos familiares, inclusive seu bercinho.
Uma dica é comer seu bolo preferido; uma especie de pão de -ló nas confeitarias da praça.
Realmente, Crac√≥via √© uma excelente op√ß√£o na Europa com os melhores pre√ßos …
Publicado em 12/07/18

Alex Khouri e Lígia com os três filhos em Byblos

 

Queridos amigos Alex Khouri e Lígia Vasconcelos Khouri estão passando férias no Líbano, com os filhos, mais os pais dele. Estão em Arjes, uma bela e aconchegante aldeia ao norte do Líbano onde Marguerite e Khouri nasceram. Lígia e Alex levaram os três filhos para conhecerem a bisavó de 94 anos que ainda reside lá. De lá seguiram viagem e foram conhecer Byblos. Depois, no roteiro de viagem dos Khouri, as maravilhas de Beirute,  depois Beirute!!
 Baalbec, St Charbel e Cedro.

Familia Khouri no Líbano, visitando a matriarca em Arjes..

 

… onde foram recebidos com esta farta e deliciosa mesa libanesa

Publicado em 05/07/18

Marta e Luiz Carlos Frange Montes curte viagem ao Líbano.

Marta e Luiz em Sherif, arredores de Beirute

 

O casal com amigos no Babel Lebanon

Publicado em 28/03/18
em: Viagem

Marilu Teixeira e sua filha Mari na Turquia

 

Taciana Mendes na Suécia

 

Simone Salge na Tail√Ęndia

Publicado em 11/03/18
em: Viagem

A ilha do Caribe realizou uma recuperação impressionante nos 5 meses desde que o furacão Irma

 

As ilhas francesas de St Martin e St Barts incorreram em danos de aproximadamente US $ 4 bilh√Ķes durante o furac√£o Irma, que atingiu em setembro de 2017;¬†mais do que qualquer outro territ√≥rio.¬†Mas St Barts, por um lado, est√° se recuperando a uma velocidade quase milagrosa.¬†A partir de agora, a ilha est√° perto de ser totalmente recuperada. Todas as estradas j√° s√£o acess√≠veis. Enquanto muitos viajantes pela primeira vez a St Barts cancelaram suas viagens, os habitu√©s voltaram.¬†Isso significa que o turismo l√° est√° ainda um tanto silencioso. Por enquanto. √Č a hora certa de aproveitar antes que tudo comece novamente a bombar.

Publicado em 25/02/18
em: Viagem

No L√≠bano, Jubayl, uma pequena cidade √† beira-mar, ao norte de Beirute (meia hora de carro) √© um daqueles locais do Mediterr√Ęneo t√£o atraentes culturalmente que os achados arqueol√≥gicos se assemelham a um mille-feuille. Nos prim√≥rdios foi habitada por pescadores que moravam em min√ļsculas cabanas. Mais tarde a cidade floresceu como uma porta comercial, fornecendo aos fara√≥s eg√≠pcios cedro e pap√©is de papiro em troca de artefatos de alabastro. Durante s√©culos foi o centro da cultura fen√≠cia. Ass√≠rios, babil√īnios e persas conquistaram a cidade em v√°rios momentos, mas em 333 b.c. os cidad√£os se renderam a Alexandre O Grande. Ent√£o vieram Roma, Byzantium, diversas Cruzadas, o Imp√©rio Otomano e o franc√™s colonial… Os arque√≥logos acreditam que a cidade de Jubayl, conhecida historicamente como Byblos, foi habitada continuamente por sete mil anos.

Em todo esse tempo, poucos residentes provavelmente apreciaram o luxo discreto encontrado na casa de Michel Charriere e Joseph Achkar, designers e colecionadores de antiguidades que, há seis anos, voltaram sua atenção para repaginar uma casa abandonada que era um assento do governador durante o império Otomano.

“N√≥s n√£o renovamos isso”, diz Achkar enquanto aprecia o final da tarde em um terra√ßo com vista para a cidade e para o mar. “N√≥s acabamos de restaur√°-lo para manter a poesia e dar a impress√£o de que ela estava fechada desde o s√©culo XVII”. Nada tinha sido renovado desde o final do s√©culo XIX, e durante d√©cadas o seu √ļnico residente tinha sido recluso. “Um eremita morava aqui, e ningu√©m mais havia visto o interior por quarenta ou cinquenta anos”, explica Achkar. “Este foi um milagre para n√≥s. Voc√™ sabe como, quando algumas pessoas restauram uma casa antiga, elas s√£o completamente modernas, n√£o queremos isso”.

Esta cápsula do tempo otomano tornou-se o ponto de partida para a repaginação respeitosa e de baixo impacto de Charriere e Achkar. O coração da casa é um salão central cruciforme no nível principal levantado. O seu ponto de passagem é dominado por uma pequena bacia de mármore, uma de várias originais para a casa. As cadeiras laterais egípcias do século XIX flanqueiam a porta para uma galeria. No verão, os painéis de filigrana podem ser removidos das janelas.

Em uma sala de estar com seis janelas e vistas do horizonte, no canto sudoeste da casa, os retratos de trompe l’oeil afrescos de triunfos militares otomanos, do Egito aos Dardanelos. Os quartos segregados para mulheres ainda podem ser encontrados no n√≠vel de s√≥t√£o ainda n√£o-renovado. Um labirinto de escadas secretas permitia um com√©rcio discreto entre os andares.

 

Charriere e Achkar instalaram a c√Ęmara do governador, no n√≠vel principal, com uma elaborada cama de dossel que foi feita em 1830 para o casamento de um pr√≠ncipe javan√™s. A cama, que foi projetada para entreter tanto quanto para dormir, √© intrincada esculpida com frutas e peixe e pelo menos um drag√£o serpentino.

No andar de baixo, nos arcos √°speros da funda√ß√£o, encontra-se a cozinha pavimentada e a longa ab√≥bada dos antigos est√°bulos. Ambos s√£o usados ‚Äč‚Äčpara sala de jantar, como determina a temporada. De acordo com as tradi√ß√Ķes que prevaleceram no momento em que a casa foi constru√≠da, as refei√ß√Ķes ocorrem onde quer que o capricho e o tempo convergem: na cozinha em uma noite de inverno √ļmida, no sal√£o central de m√°rmore e em m√°rmore quente nos dias quentes de ver√£o, em um menor p√°tio nivelado na primavera. Esse p√°tio, que abriga uma fonte de era romana e oliveiras antigas, corre atr√°s de uma parede que sugere outras ru√≠nas mais antigas da propriedade, dominadas por jacarand√°s e palmeiras.

No jardim, de olho nos papiros da hist√≥ria de Jubayl, nas camadas de achados n√£o descobertos que ainda podem ser os tesouros de algum futuro, parece que o governador otomano – ou pelo menos o eremita providencial – ainda podem ter suas presen√ßas ‚Äúsentidas‚ÄĚ na resid√™ncia.

 

Publicado em 14/02/18
em: Viagem

Ap√≥s voo direto para Dubai¬† a grande turma de amigos uberabenses est√° em cruzeiro num elegante transatl√Ęntico, navegando pelos mares do Golfo P√©rsico. Decorado com muito bom gosto com grandes balc√Ķes panor√Ęmicos, ampla √°rea de servi√ßo de buffet, cabines espa√ßosas com ou sem varandas, proporcionando um ambiente elegante, confort√°vel e informal. Fantasia transformada em realidade. Litoral de √°guas muito azuis, arquitetura milenar em contraponto com megaprojetos futuristas, mais todos os sabores e aromas das ar√°bias…

Quem est√° l√°? Confira nas imagens

Ros√Ęngela Esp√≠rito Santo e L√©lia Bruno

 

Toda a turma, incluindo, entre outros, Ivone H√©lio Massa, D√©cio Scandiuzzi e L√ļcia, Tania e Jo√£o Abr√£o, Sumaya e Vander Figueiredo, Floren√ßa e Andr√© Barsan…

 

Filomena Oliveira, Silvania Pinti e Lídia Prata

Rose Paolinelli e Lélia Bruno

 

Publicado em 14/02/18
em: Viagem

Esta bela casa de campo, chamado Mina One, est√° localizado na ba√≠a de Glyfadi, na parte sul-ocidental de Mykonos. O estilo escolhido para o exterior, mas tamb√©m o design interior √© claramente inspirado no Mediterr√Ęneo, com uma grande predomin√Ęncia de brancos, materiais naturais, como madeira e pedra, e um mar a partir da cor azul profunda, que contrasta com as janelas grandes e numerosas, com as paredes brancas e mobili√°rio. A moradia tem seis quartos cada incluem casa de banho privativa e equipados com todo o conforto, √°reas comuns, mesmo fora s√£o numerosos e tamb√©m inclui uma bela piscina exterior e um jacuzzi. Pode ser alugada para um feriado de luxo a partir de 1928 ‚ā¨ por noite.

 

Publicado em 14/09/12
em: Moda, Viagem

Veja se conhece este engenhoso truque para que suas unhas feitas durem tempo suficiente de você viajar e voltar sem nenhum arranhão. Basta pingar 2 gotas de qualquer cola para unhas postiças, no esmalte que você vai passar.

 

Publicado em 29/06/12
em: Viagem
Quem ainda n√£o trocou as notas fiscais de compras a partir de R$ 300 por cupons para participar da promo√ß√£o Dia dos Namorados do Shopping Uberaba, ainda tem tempo. Quem estiver na fila do balc√£o, nesta ter√ßa-feira (26), ¬† at√© as 18h30, poder√° fazer a troca e concorrer a uma viagem de sete dias a Portugal, com acompanhante.¬†¬†A coordenadora de Marketing, Camila Marcela Amaral Pires, conta que o sorteado e seu amor¬†¬†ter√£o a oportunidade de curtir um roteiro bem rom√Ęntico. Ela lembra que o ¬†balc√£o est√° instalado no SUC 521, perto da loja Brooksfield, e que o sorteio ser√° realizado, amanh√£, √†s 19h15.¬†
Camila Marcella
Graziela Fernandes e Gustavo Bizinoto
(Fotos Divulgação)
Publicado em 25/06/12
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

MARIZA CURY GASTRONOMIA
Studio E+A Engenharia
Arquivo
  • expand2018 (123)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2018 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress