Colaboração Alexandre Cury

 

Niver da Vitória

Licinha Derrenusson Franco Assunção montou uma festa em família típica do interior, para festejar os 9 anos de sua neta Vitória. Com seu bom gosto e criatividade, a vovó coruja armou um cenário típico da fazenda da família, em Acailândia, no Maranhão, onde o casal passa praticamente metade do ano. Tudo no maior clima de alegria e descontração – só em família; preservando as atuais condições epidêmicas. Nota mil! E não menos milhares de beijinhos para Vitória

Vitória com seus avós Licinha e Cacildo Teodoro Assunção festejando 9 anos

Com seus pais Petroni e Maria Eduarda

Todas as priminhas juntas na fazenda para homenagear Vitória

Com a tia Roberta e suas princesas

Vitória com a tia Renata Assunção Vilela

 

 

#Bem vinda Scarlet

A tão esperada Scarlet chegou em uma data bem simbólica 10-10-2020, na cidade de Campinas. Que deus a ilumina para sempre. Seja bem vinda Scarlet. Um beijo nos papais Juliana Viana Fachinele e Daniel Nunes Ferreira e nos avós Antônio Alberto Fachinele e Rubia Viana e Lourdes Nunes de Lima. Cumprimentamos também o tio, nosso amigo Renato Lucatelli Viana. Muitas bençãos a essa família.

A fofa Scarlet Viana Fachinele

 

Entrevista da semana

“Que lições você aprendeu com seus filhos durante os últimos sete meses?”

 

“Ao se aproximar o dia das crianças e da Padroeira, vivemos estes 7 meses tensos, e tristes por estarmos afastados das filhas e netos. Mas a modernidade nos permitiu um convívio de comunicação e troca de palavras afetuosos, como “te amo até o infinito”…… Trocamos muitas palavras e o diálogo foi muito mais frequente e duradouros neste período de pandemia. Aprendemos a nós amar mais……”

Maria Lúcia de Melo Miziara – Mãe, avó e empresária

 

“Meus filhos são todos adultos mas com eles eu aprendi e aprendo sempre. Paciência….paciência sempre, e Obediência em tudo que nos foi proposto. Quando obedecemos às leis e a natureza, a vida se torna mais leve e a paciência nos ajuda a viver melhor. Obediência e paciência alivia o ser humano. Meus filhos são meu Porto Seguro com eles aprendi a obedecer e ter muita paciência. Que Deus nos ajude e proteja para continuarmos a caminhada.”

Raué Kanaan Fakhouri – Mãe e comerciante

 

 

“Aprendi muita coisa durante esses sete meses juntamente com as minhas três filhas: Renata, Fabiana e Fernanda. Até então, achava que já tinha visto de tudo na vida ou quase tudo, até o vírus do COVID acometer todo o sistema de saúde do mundo e mudar completamente nossas vidas. Aprendi que foi necessário termos muita união e resiliência, junto com minhas filhas e minha família foi mais fácil. Sentimos medo e eu ainda sinto pois o que antes eram apenas números, hoje começaram a ganhar rosto, nome, história e saudade. Aprendi a ficar muito mais vezes de joelho e pedir proteção, saúde e a tão sonhada vacina. Na minha concepção passamos  por uma guerra contra um inimigo invisível, que os livros do futuro hão de registrar, mas aprendi principalmente a viver um dia de cada vez juntamente com as minhas filhas que me deram força e coragem para seguir em frente.”

Vera Tuychi – Mãe, avó e empresária

 

“O que aprendi com a pandemia?….

Pandemia…..jamais pensei que pudesse passar por uma e viver os momentos conflitantes, as perdas e as perturbações. Esse período de isolamento social tem me mostrado vários valores que aos poucos fomos perdendo com a falta de tempo e pelas regras que a sociedade acaba nos impondo. Aprendi que precisamos nos cuidar e também cuidarmos uns dos outros e que tudo tem seu tempo e quem nem sempre o tempo de Deus é o nosso! Paciência é outro tópico importante. Aqui em casa, na minha família, o aprendizado é constante, vamos nos reorganizando e redescobrindo o tempo todo, como por exemplo, como vamos nos reunir, como curtir os momentos felizes. Cada um dos meus filhos tem reações diferentes; um sereno, outro mais preocupado, a outra quase uma paranóia…cuidados, medos de contaminação e dos traumas que a COVID traz. Não posso negar que estou me conectando melhor comigo mesma e com as reais necessidades da minha família como um todo. Sinto falta dos parentes, amigos e dos netos – uso a internet e os recursos do celular para manter os laços e matar saudades. Não há como não dizer que esse tem sido um tempo de reflexão e aprendizado, é um momento de rever valores, descobrirmos caminhos mais simples para vivermos felizes e unidos, tempo de jogar fora o desnecessário, desatar os nós e as amarras, esvaziar espaços e preconceitos, mas principalmente saber dar cor à vida para enxergarmos com os olhos do coração a única solução para qualquer problema, que é amar e saber partilhar esse amor com o próximo, seja o filho, o amigo, o vizinho, o desconhecido….ai sim teremos um mundo melhor!

Aprendi que apesar de estar sendo terrível essa pandemia nos resgatou do estado frenético e de “pressa” que estávamos vivendo mergulhados na nossas rotinas ansiosas. Entendi que nada é melhor que a vida familiar, curtir os filhos, netos, o marido…desfrutando esse amor que a quase 50 anos nos une! Viva o amor, o carinho, a alegria de viver!!!”

Telma Sabino – Mãe, Filantropo, Bacharel em Direito e Autora

 

“A pandemia virou nosso mundo de cabeça para baixo. Em isolamento, discutimos muito com nossos filhos temas como: preconceito, racismo, individualismo, machismo, meio ambiente e momento político no Brasil, dentre outros. Eles nos indicaram livros, artigos na imprensa, filmes, músicas que nos propiciaram uma releitura das relações humanas e nos mostraram que com amor, solidariedade e ciência o isolamento ficaria mais ameno e suportável, como ficou. E tudo isto sem dizer na felicidade de vê-los ensinando para nossos netos a não esquecerem nossas fisionomias e nosso carinho, diariamente, pela internet. Devemos muito aos nossos filhos.”

Suely Ferreira Vasconcelos – Mãe e Professora

 

HARMONIZAÇÃO FACIAL: O EMPURRÃOZINHO QUE FALTAVA PARA RESSALTAR SUA BELEZA

 

Hoje em dia ou você já fez ou conhece alguém que passou pela harmonização facial. O procedimento, que tem ganhado cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo, mostra através de resultados incríveis que veio para ficar. Mas o que é a harmonização facial? A Dra. Ana Vera Abdanur explica: “O processo de harmonização busca, através de um conjunto de vários procedimentos, não invasivos, melhorar a harmonia entre a boca, os dentes e o formato do rosto do paciente de forma geral”. Segundo a esteta, outras questões também devem ser levadas rigorosamente em consideração: a expectativa de cada um e, claro, a característica de cada pessoa. Por isso, em todas suas avaliações, Ana Vera faz questão de fazer balanço entre expectativas x características reais, para que o paciente já tenha uma noção de como será o resultado. Mesmo não sendo um procedimento invasivo, alguns cuidados simples e prescritos pelo profissional devem ser seguidos para garantir bons resultados. A Dra. Ana Vera, esteta conhecida em Uberaba e região, destaca que o procedimento tem sido bastante procurado, além de ser altamente eficaz, e o Espaço A, localizado no Shopping Urbano Salomão, tem o que você precisa para investir na sua beleza com este e outros protocolos. QUALIDADE E PROCEDÊNCIA SÃO FATORES QUE INFLUENCIAM, E MUITO, NO RESULTADO DO PROCEDIMENTO. O que você leva em conta ao procurar por procedimentos estéticos? Valores? Necessidade de mudança? Saiba que, antes de tudo isso, o certo é pesquisar por profissionais e clínicas que têm a preocupação de investir não só em materiais de boa procedência como também em qualificação. Quem nos fala melhor sobre isso é a Dra. Ana Vera Abdanur, do Espaço A. Segundo ela, o efeito vai muito além de um resultado não esperado, muitas vezes pacientes chegam com grandes sequelas, seja por má qualidade dos produtos ou falta de qualificação de profissionais.

Lindíssima, cativante e competente Dra. Ana Vera Abdanur, da Clínica Espaço A

 

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Mariah Hueb Mattar curtindo temperatura ideal em Campos do Jordão

Colega e grande amigo de Netinho Guaritá no Lavoura e Comércio, Luiz Roberto também fez questão de visitar o Mirante na Univerdecidade

Liana Marzinotto, competente Relações Públicas do Hospital Hélio Angotti, enfeita a coluna de hoje

Arquiteta Gabriela Tamayossi soprou velinhas no último dia 07. Ela estará no tão aguardado CASA SHOPPING 2021, responsável pelo ambiente “Banheiro Casal”

Aniversariante do dia 09, Lídia Prata Ciabotti, curtiu o niver ao lado da família

Designer de Interiores Camila Botelho é a festejada aniversariante de hoje e recebe o carinho especial dessa coluna. Ela estará na mostra CASA SHOPPING 2021 e será responsável pelo “Espaço Instagramável”. Já temos certeza que será sucesso! Parabéns

Aniversariante do dia 14, a linda e competente Lorena Lepri passará a data ao lado da família. Parabéns

Também no dia 14, nosso amigo Lélio Roberto sopra velinhas. Ele que é um excelente anfitrião, nesse ano passará apenas com a família, mas promete uma mega festa para o ano que vem. Viva o Lélio. Parabéns!

O Decorador de interiores Luciano Martins sopra velinhas dia 16. Estará no CASA SHOPPING 2021 e será o responsável pelo ambiente “Living”

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 12/10/20
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2020 (47)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2020 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress