Colaboração Alexandre Cury

 

Nosso Netinho

Na noite da inauguração não fui porque nem fiquei sabendo na data. Mas esta semana estive lá, abraçando literalmente meu amigo, companheiro de colunismo social, meu mestre e meu maior incentivador nesta arte, meu grande ídolo. Meu querido Ataliba Guaritá Neto. Quantas saudades destes 20 anos sem você! Tempo que foi preciso – nem se sabe por que tanto… – para que o maior reconhecimento fosse feito ao grande homem da comunicação que Uberaba conheceu e admirou no século XX. Numa área de quase 76 mil m², o mirante Netinho Guaritá, na Univerdecidade, oferece opções para atividades ao ar livre, esportes, lazer e contemplação do mais belo horizonte. Aquele que, com certeza, ele mesmo gostaria de contemplar todos os dias, do alto da sua amada Uberaba. Os visitantes poderão andar de bicicletas, patinetes, patins e levar animais de estimação. Além de espaços para food trucks e praça de alimentação, também foi construído uma arena aberta que poderá receber shows. O Mirante ainda conta com um estacionamento para carros, motos e bicicletas e a entrada e a saída é pela Avenida Randolfo Borges Júnior. No aspecto ambiental, o Mirante foi integrado às matas existentes no córrego das Lajes e Rio Uberaba, que estão próximos. A arborização inclui o plantio de 1 mil árvores, de espécies do cerrado e frutíferas, que serão integradas aos jardins de pedra tapiocanga, típica da região. O Mirante Uberaba 200 anos também está integrado ao projeto do Parque Linear da Univerdecidade, com uma trilha ecológica.

Netinho Guaritá

Para os que nasceram no século 21, Ataliba Guaritá Neto, conhecido como Netinho Guaritá, que foi vereador entre 1951 e 1955 e se destacou na área da comunicação. A carreira de jornalista começou como comentarista esportivo na Rádio PRE-5, depois de parar de jogar futebol no Fluminense. Ao longo dos anos, a voz de Netinho emocionou milhares de uberabenses através do programa “Crônica do Meio Dia”. No Jornal “Lavoura e Comércio”, assinou a coluna “Observatório” durante 45 anos. Foi o primeiro apresentador de programa ao vivo na região, atuando na TV Triângulo, atual TV Integração, e na TV Uberaba. Foi também comentarista esportivo das transmissões da Copa do Mundo na Argentina, em 1978. Apaixonado por esporte, como diretor do Jockey Club de Uberaba, se destacou com a criação da Olimpíada Joqueana. Netinho faleceu no dia 14 de setembro de 2000, aos 76 anos, em Uberaba, deixando a esposa, Cornélia Borges Guaritá, também já falecida, e dois filhos: Dulce Helena Borges Guaritá Bento e o ex-prefeito de Uberaba, Luiz Guaritá Neto.

Perfil do homenageado traços fielmente reproduzidos em tridimensionalidade

Netinho Guaritá acenando para sua amada Uberaba

Com os filhos e alguns netos e bisnetos

Com a neta Nanda, seu marido Nilo e a filhinha Mariana

Vista maravilhosa do Mirante

Telma Helena Sabino de Castro grande amiga da família

Enfim, meu emocionado encontro com a imagem quase viva de Netinho. Respeito e carinho para toda a eternidade

 

‘Uberaba 200 anos no coração do Brasil’

Um e-book que conta a história do bicentenário de Uberaba foi lançado pela Prefeitura. A live de divulgação do livro digital intitulado “Uberaba 200 anos no coração da Brasil” foi realizada no dia 16.
De acordo com a Prefeitura, o e-book conta com 63 temáticas, com 794 e 600 imagens que representam a cidade de Uberaba. Ao todo, 33 pessoas participaram como colaboradores na produção do documento.
A obra foi iniciada pela historiadora Marta Zednik, que fez parte da Superintendência do Arquivo Público por três anos. A coordenadora é especialista na história de Uberaba e é membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro.

“Começamos a trabalhar em 2017, fazendo contrato com vários profissionais envolvidos desde a paleontologia, até os dias de hoje. Uberaba é uma cidade de grande influência”, relatou Marta.
A historiadora ainda citou algumas curiosidades em relação à cidade.

“Podemos citar como exemplo, em 1865, quando todas as tropas do Brasil vieram para Uberaba para seguir para a Guerra do Paraguai. Também fomos nós que desenvolvemos o feijão mais consumido no Rio de Janeiro que é o ‘carioquinha’, que na verdade, se chama ‘uberabinha’.

Marta Zednick, coordenadora do projeto muito aplaudido

 

O “UP” que faltava para valorizar sua beleza

Você, com certeza, já deve ter ouvido falar sobre os famosos fios de sustentação, mas sabe do que se trata e quais são seus efeitos?
Conhecidos também como fios PDO, eles tê a função de tracionar e levantar a pele, mas os benefícios não param por aí. Esses fios também estimulam a formação de colágeno, deixando o rosto com aspecto rejuvenescido. Com vasta experiência neste e em diversos outros protocolos estéticos, a Dra. Ana Vera, da Clínica Espaço A explica que esta técnica combate a flacidez criando um “lifting” não invasivo, que pode ser notado logo após o preenchimento e mesmo após a sua absorção completa pelo organismo, que acontece de 6 a 8 meses. Os fios ainda mantêm o resultado por até 2 anos. Eu já experimentei. E você?…

Rosto perfeito da Dra. Ana Vera da Clínica Espaço A

 

Entrevista da semana

Decidimos por perguntar novamente sobre a moda nessa pandemia….

Com o afrouxamento das medidas de isolamento e a possibilidade de sair gradualmente de casa – seja para uma eventual ida ao escritório, uma consulta médica ou um almoço, o nosso dress code não é mais apenas moletom e chinelo com meia. O conforto prevalece, mas agora em um look meio termo: ainda não tão elaborado quanto antigamente, mas não tão caseiro quanto nos últimos meses. Fashioninstas e afins nos dão algumas dicas…

“Como vamos nos vestir com a volta gradual das atividades? “

 

“Vamos nos vestir com bom senso, nunca perdendo nossa personalidade e sofisticação. E a máscara já é a peça além de obrigatória, essencial. Roupas básicas, frescas e descoladas, sempre!!”

Juliana de Paiva Abreu – Empresária e Socialite

 

“Moda é comportamento, acredito que com toda mudança que passamos nos últimos meses, nada será como antes. Com isso, a moda e a maneira de consumir refletirá no nosso visual. O novo normal nos pede mais responsabilidade de consumo e uma adesão urgente ao “slow fashion”, que preza pela diversidade; prioriza o local em relação ao global; promove consciência socioambiental; contribui para a confiança entre produtores e consumidores; pratica preços reais que incorporam custos sociais e ecológicos; e mantém sua produção entre pequena e média escalas. A opção do slow-fashion, além de gerar a economia de recursos, também gera a economia financeira a longo prazo, já que o consumo passa a ser por peças de mais qualidade, porém mais duráveis. Vestir-se, incontestavelmente é uma maneira de se comunicar com o mundo, se temos uma nova realidade, também precisamos de uma nova comunicação. As peças precisam refletir seu estilo de maneira autêntica e única, opte por peças de qualidade, bom caimento, bom acabamento e atemporais. Elas terão uma vida mais longa no seu guarda-roupas e te trarão mais confiança ao vestir.”

Nathalia Marinelli – Especialista em Marketing

 

“A nossa realidade! Estamos envolvidos com tantas informações vindas das mídias “redes sociais “, e tantos movimentos Novos. Nosso contexto social, a oportunidade de ser uma pessoa “ética” e bem vestida torna uma tarefa de extrema reflexão! (SIM ISTO MESMO ÉTICA! estamos ainda atravessando um momento). O casual despojado e elegante, (blazer de linho rústico, calças ou saias fluidas, vestidos românticos e bufantes para as modernas, e uma alfaiataria mais soltas para os homens.) As importantes máscaras agora podem ganhar um charme com os lenços de seda tampando as narinas e meia face. Mas o término de TUDO! Deste final de ano e início de estação, vamos transformar os looks com as nossas capacidades de sermos , Seres humanos! Verdadeiramente HUMANO.”

Frank Prado – Estilista

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Durante o Chá Revelação, Juliana e Anicésio Kalil, descobriram que estão a espera de um menino, o primeiro filho do casal

Nosso amigo Marcos Moreno soprou velinhas ontem. Parabéns!

Guilherme Assunção enfeita a coluna de hoje

Animadíssima professora de Pilates Suzana Nunes Martins e sua princesa Laura, à espera da nova baby, Luisa, que vai chegar por aqui em Dezembro

Eclair Gonçalves é a festejada aniversariante do primeiro dia do mês de Outubro

Mariana Rôso Andrade está na cidade maravilhosa, hospedada em um dos cartões postais de lá, o Belmond Copacabana Palace

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 28/09/20
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2020 (47)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2020 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress