Colaboração Alexandre Cury

 

Nesta assustadora paralisia mundial é evidente que temos que focar sim no que é realmente essencial: a sobrevivência. Mas na sequência, quando retomarmos a vida, tomara que essa crise-experiência seja uma boa oportunidade para reeditarmos a alma, a beleza, reconquistar a verdade é tudo mais. No quesito moda, na pauta de hoje, esperamos, no mínimo uma revolução dos excessos. Veja o que dizem os experts.

A pergunta é:
“Você acha que a maneira de vestir das pessoas pós-pandemia será a mesma que antes”?

 

Confira o que nossos entrevistados responderam:

 

“No quesito moda, depois da Primeira Guerra Mundial, as mulheres apostaram nas roupas com uma atmosfera mais masculina. O grande sucesso da época foi o look adotado por Gabrielle Chanel em 1920, a tendência “à la garçonne”, um conceito que está em alta até hoje!E depois da Segunda Guerra Mundial, em 1947, Christian Dior lançou sua primeira coleção, batizada de “New Look”, uma proposta mais feminina, sexy e alegre para as mulheres da época. Tal coleção era basicamente composta por saias amplas quase até os tornozelos, cinturas bem marcadas e ombros naturais. Guerras e pandemias não são iguais, mas ambas atuam em escala global e com impacto econômico semelhantes.

Depois de 2020 a moda provavelmente terá a sua resposta à Pandemia, e eu espero que seja um consumo consciente e sustentável, que as pessoas apostem no conforto, na praticidade e, lógico, na estética!”

Cristina Vasques Champs – Jornalista e editora de moda da JM Magazine

 

 

“Os estilistas estão trabalhando em novas oportunidades, o trabalho dos profissionais de designer de moda não será somente criar ou recriar estilo! Mas pensar no vestuário como um produto utilitário, até como peças que podem proteger o corpo. Estamos esgotados deste universo fútil e fugaz do consumo de moda. Vamos ser mais racionais e menos emotivos na hora de comprar. A moda vai ser transformada inteligente e utilitária e protecionista. Vamos criar no estímulo de cuidar das pessoas e do mundo em que vivemos. O brilho vai estar só na vida e não nas roupas. Com o reflexo deste movimento dos criadores, e do momento que estamos vivendo, as pessoas serão mais criativas na hora de vestir e comprar, menos fútil e mais sensíveis ao desenvolvimento fashion criativo, de maneira que cada um sentirá desejo de fazer a sua própria manifestação através das vestimentas.”

Frank Prado – Estilista e Presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Uberaba

 

“É fato que o mundo não será o mesmo após o Covid-19. Não creio que podemos prever como vai ser o futuro, já que temos mais dúvidas do que certezas. A roupa atemporal e confortável deve se tornar uma tendência forte, de acordo com o momento que vivemos, ou seja, nos arrumamos para estar em casa. O poder criativo dos estilistas brasileiros é enorme e acredito que irão investir tanto na sustentabilidade quanto na atemporalidade. É hora de prestigiarmos o que é nosso.”

Marta Costa Santos Anjo Montes – Empresária e Socialite

 

“Eu acho que a pandemia do COVID-19 chegou no momento exato para modificar tudo que havia de errado, inautêntico e desnecessário no nosso estilo de vida. Com a moda não é diferente. Acredito que, no pós-pandemia, as máscaras se converterão em verdadeiros acessórios auxiliadores do look, já que representam a elegância e altruísmo de um indivíduo que se importa com a higiene e saúde pública. Além disso, creio que o impacto político e econômico do coronavírus também se refletirá no design das grandes grifes que ditam as tendências, assim como aconteceu no pós-guerra do século XX, e trará cores e formatos mais sóbrios, com modelagens retas e simples.”

Enzo Palha – Estilista e Artista Plástico

 

“Acredito que a maneira de vestir das pessoas não muda com uma pandemia, porque hoje, principalmente a mulher sabe fazer a escolha certa para estar bem consigo mesma. Estar sempre arrumada, levanta o humor e torna os dias mais prazerosos e produtivos.”

Lúcia Marquez Rocha – Economista e Empresária de moda

 

 

À FLOR DA PELE

 “À FLOR DA PELE”, em sua segunda edição, é uma ação realizada no mês de Outubro, o “Outubro Rosa” do Hospital Dr. Hélio Angotti, onde será realizada a reconstrução mamária de 50 mulheres. As interessadas em participar do agendamento para seleção devem entrar em contato pelos telefones (34) 3318-9929 ou (34) 3318-9947 até o dia 03 de Julho.

Ação beneficiará 50 mulheres

A competente Liana Marzinotto, Relações Públicas do Hospital Dr. Hélio Angotti, entregando o material da campanha para Alexandre Cury

 

IMAGENS QUE SÃO NOTÍCIAS

Lançada no sábado, dia 27, a 68° JM Magazine. Em meio a pandemia, o Grupo JM de Comunicação inovou e o lançamento aconteceu com uma carreata que teve início em frente à Igreja Santa Rita e seguiu até a sede do Jornal da Manhã, onde os participantes fizeram a retirada do exemplar no estilo Drive Thru. Essa edição está recheada de novidades e traz na capa o empresário Roberto Velludo. Foi um sucesso!! Na foto, a querida Mônica fazendo a entrega do voucher para a retirada da revista.

Para a gatíssima MarcellaFrossard este é o único look possível na quarentena!!

Talentosa, linda e elegante é elaaa! A atriz Meryl Streep repete roupa 30 anos depois!!
Fonte: @revistafashionline

O querido e competente dentista Tayllan Lima em noite de São João, na intimidade com a família!!

O querido casal Adriana e José Renato Gomes curtindo os netos!! Uma fofura!!

A linda Maisa Borges aproveita os momentos de folga para se exercitar e curtir a paisagem!!

O casal, Renata e Augusto Rocha Nogueira Borges, em Itacaré, na Bahia

FOFURÔMETRO – A fofa Valentina Guioto Rocha Borges clicada no colo da mamãe Renata

Competente e querido por todos, o arquiteto Marcelo Pontes Luz soprou velinhas ontem e recebe o carinho especial da coluna. Parabéns!!

A linda Letícia Cezarini comemorou mais um ano de vida ontem. Morando nos Estados Unidos, ela recebeu os cumprimentos da família e dos amigos que estão com saudades!! Parabéns!

Sopra velinhas amanhã a querida Juliana Naves. Parabéns!!

MENSAGEM DA SEMANA

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 29/06/20
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2020 (32)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2020 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress