Colaboração Alexandre Cury

 

 

Saudades? Do que?

Saudades da rotina do trabalho, das aulas, da academia, saudades da família, dos beijos e abraços… das viagens, de ir para uma festa sem ter hora pra voltar… Enfim, queremos saber: “o que você achava que não sentiria falta – mas está sentindo! – nesse período de quarentena?”

 

“Do que eu mais estou sentindo saudade é poder estar com meus pais… de deitar na cama com eles, tomar café juntos! Mas não é uma coisa que eu não imaginava…Como continuo trabalhando em casos de cirurgias de urgência e frequentando (ainda que menos) o hospital, não estou ficando em casa! Então a distância deles está sendo o mais difícil! Além disso, estou sentindo muita falta dos meus cachorros! Espero voltar à rotina logo, e quem diria, sinto falta até de ir para a academia!”

Mariana R̫so РAnestesista

 

 

“O que mais estou sentindo falta nessa quarentena é o contato direto com as pessoas. De ver meu avô e minhas avós, poder abraça-los, as reuniões de família e ter meus amigos por perto. É na rotina e nas diferentes relações que mais aprendemos e crescemos. Tenho certeza que juntos iremos superar esse momento e tirar algum aprendizado disso.”

Celso Neto – Advogado

 

 

“Nunca imaginei que passaríamos por uma situação dessa. Sinto falta da dinâmica da minha rotina, mas isso sempre soube que me faria falta.

Agora, o que nunca imaginei é que eu teria tanta saudades do ritmo de exercícios na academia. rs”

Franco Cartafina – Deputado Federal

 

“Sinto saudades de convivência com a família e amigos. Do simples gesto de abraçar, beijar uma pessoa querida.”

Ren̻ Jonas РPromotor de eventos

 

 

“Tenho saudade da minha rotina, tanto pessoal quanto profissional.”

Gabriela Ferreira – Arquiteta

 

 

“Saudades de ter minha rotina, apesar de ser bem cansativa e corrida! Nunca imaginei que sentiria saudades de toda aquela correria!!! De andar meus mais de 800km por semana!!!”

Daniele Alkimim Denipoti – Digital Infuencer

 

 

“Eu tenho sentindo falta de várias coisas, mas principalmente das pessoas ficarem mais próximas, da aglomeração das ruas, de reunir os amigos. O pouco que eu tenho contato com outras pessoas é ao caminhar pelo supermercado. Ver as pessoas passarem longe de você, ou até desviarem, é algo que me incomoda muito. Pois nós, o povo brasileiro, somos acostumados com esse calor humano. Gostamos de cumprimentar com beijo, abraço e muito contato físico. Me sinto andando dentro de uma bolha para ninguém me tocar ou passar perto. É triste.”

Thiessa Sickert – Miss Minas Gerais 2012, Miss Brasil 3º Lugar, Miss Terra Brasil 2015, Miss Earth Fire 2015, Digital Infuencer

 

 

“Olha…na minha vida sempre busco um grande equilíbrio em tudo, estar com a família, estudar, atividade física, trabalho… no momento o que realmente estou sentindo muita falta pela situação é de eternizar momentos!!! A fotografia é algo muito apaixonante para mim, poder fazer parte dos sonhos das pessoas não tem preço e infelizmente neste momento, por medidas de segurança, os eventos (casamentos) foram adiados… mas tenho certeza que logo tudo passará e voltaremos mais fortes e unidos!!! Saudade dos cliks hehehehehe”

Bruno Rabelo – Fotógrafo

 

 

“Da loja da minha mãe aberta, encontrar as meninas de lá e tomar o café. Estou com muitas saudades disso, eu ia pra lá pelo menos uma vez na semana. Sinto saudades dos lanches de lançamento, onde era um momento de reencontro com amigos!!!”

Fernanda Tuychi – Filha, Irmã e Mãe

 

 

Parabéns Pai e Filha

Tetê e Baldo foram os festejados aniversariantes da semana passada que nos alegraram virtualmente no “Parabéns pra você”. Pai quarentão e a filhinha 4 aninhos, ganharam mesa decorada com os personagens da Disney. Em casa, de quarentena, tudo organizado pela mammy Marcela Prata Rezende Dib. Com as palmas do pequeno Francisco. Nosso abraço.

A fofa Tetê

Os aniversariantes com o pequeno Francisco

Tetê com a mãe Marcela

 

LIVE

Hoje às 11h

 

Amanhã às 18:30h

 

Para Refletir….

“ Seu tempo é limitado, portanto não o desperdice vivendo a vida de alguém. Não caia na armadilha do dogma – que é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe que o barulho da opinião dos outros cale a sua própria voz interior. E o mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e intuição. Eles de alguma maneira já sabem o que você realmente quer se tornar. Todo o resto é secundário.”

 

Acesse também em: www.jmonline.com.br

Publicado em 13/04/20
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2020 (25)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2020 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress