Pra não esquecer…
Existem comidas de todo o tipo, para todas as ocasiões; aquelas que matam a fome e aquelas que alimentam a alma.
As “comidas de alma” são as que nos confortam, deixam a gente com aquela sensação de felicidade. Normalmente são comidas quentinhas, com cara de família, de infância, de férias ….
Comidas para alimentar amigos e amores numa noite de inverno. Ou para um pic-nic com as crianças no verão. São comidas simples, mas saborosas e especiais.
Neste mês de janeiro, as receitas são todas de comidas para a alma. Aproveite o mês de férias para voltar a ser criança!
“Comida de alma é aquela que consola, que escorre garganta abaixo quase sem precisar ser mastigada, na hora da dor, de depressão, de tristeza pequena. Não é, com certeza, um leitão pururuca, nem um menu nouvelle seguido à risca. Dá segurança, enche o estômago, conforta a alma, lembra a infância e o costume. É a canja de mãe judia, panacéia sagrada a resolver os problemas de náusea existencial. O macarrão cabelo-de-anjo cozido mole e passado na manteiga. O caldo de galinha gelatinoso, tomado às colheradas. São as sopas. O leite quente com canela, o arroz-doce, os ovos nevados, a banana cozida na casca, as gelatinas, o pudim de leite“. (In Horta, Nina – Não é sopa – crônicas e receitas de comida, São Paulo: Companhia das Letras, 1995).
A  receita de hoje é de um purê de batata baroa ou mandioquinha (que pra mim se chama “batata aipo”), muito fácil. Ideal para acompanhar qualquer tipo de carne, frango, peixe ou frutos do mar.

Purê gratinado de mandioquinha


Ingredientes:
600 gramas de mandioquinha (cozida e passada no espremedor de batatas)
1 e ½ caixinhas de creme de leite
¼ de chávena de queijo provolone ralado
¼ de chávena de queijo mussarela ralado
4 ovos (separar claras e gemas)
sal, pimenta-do-reino e noz-moscada à gosto
Modo de fazer:
Numa tigela grande, misture a mandioquinha ainda quente com o creme de leite e os queijos (reservando duas colheres de cada queijo para polvilhar a forma). Tempere à gosto e reserve. Na batedeira, bata as claras em neve e junte as gemas, batendo mais um pouco. Misture delicadamente os ovos batidos na massa reservada. Unte uma forma refratária com manteiga de leite e polvilhe os queijos reservados. Coloque o purê e leve ao forno médio por cerca de 25 minutos ou até que esteja gratinado.

Publicado em 13/07/12
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Tamareiras
Espaço A
Arquivo
  • expand2021 (46)
  • expand2020 (58)
  • expand2019 (88)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (491)

© 2021 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress