em: Moda

Não adianta, esmalte vermelho é sempre esmalte vermelho. Entra temporada sai temporada, novas cartelas de cores, novas tendências em esmaltes surgem, mas o vermelho continua sempre firme e forte! As mulheres sempre usam e abusam de várias cores, mas sempre volta para o bom e velho vermelho! Os esmaltes vermelhos têm um ar de poder, que fascina as mulheres e por isso morrem de amor por essa cor há mais de dois mil anos.

No Egito Antigo, Nefertiti, esposa do faraó Akhenaton  e Cleópatra, a poderosa rainha do Egito, pintavam suas unhas de vermelho vivo. Na época os vermelhos só podiam ser utilizados pela nobreza. Assim como na China, por volta do século 3 a. C., que o uso de vermelhos metálicos diferenciava a hierarquia local.

O esmalte vermelho também foi um símbolo nos anos 40 do século passado, representando o máximo de sensualidade. As conhecidas Pin-ups, famosas sex-simbols da época, sempre estavam com suas unhas pintadas de vermelho. E o mais marcante é que elas, na maioria das vezes, combinavam com o batom. Essa moda da cor de esmalte pode ser observada nas propagandas e capas de revista da época, que sempre traziam a cor!

Já nos anos 50 foi a vez da popularidade no uso de cores no cinema. Atrizes da época passaram a usar mais maquiagem e assim foi aparecendo o tal esmalte vermelho, também com os lábios da mesma cor. Isso se tornou muito popular entre as mulheres nessa época, que logo já foram influenciadas pelo glamour das grandes musas da sétima arte.

Os esmaltes vermelhos possuem hoje uma cartela bem vasta de tons no mercado da beleza. Eles podem variar dos mais escuros aos fechados, além de se abrirem aos vermelhos cor de sangue e até aos alaranjados. Marcas do mundo todo possuem uma cor vermelha na coleção, pois visam agradar as mulheres, que sempre gostam de ter um vermelho novo.

Definitivamente, não tem erro! O esmalte vermelho é um clássico. A cor mantém seu charme e sua sensualidade, sem deixar de ter uma atitude sempre moderna. Confira os tons de vermelho que estão em alta nesta temporada.

Da esquerda para a direita: Dior Vernis, Nail Enamel Revlon, Sephora Collection Nail Lacqueur e So Lacque! Ultra Shine Boujois

(Foto Divulgação)

Publicado em 07/05/12
em: Moda, Viagem

A partir do início do próximo verão europeu, em agosto, o tradicional cinco estrelas Hotel Ritz Paris deverá ser fechado por um período de pouco mais de dois anos para passar por profundas reformas. A medida é um dos reflexos de o Ritz Paris, de propriedade do bilionário egípcio Mohamed Al Fayed, ex-proprietário do tradicional magazine Harrod’s de Londres, não ter conseguido obter a cobiçada classificação “Palace”, que designa os hotéis de alto luxo na França.

Essa será a primeira vez que o hotel de 160 apartamentos e suites passa por uma reforma profunda desde 1979. Fundado em 1898 por Cesar Ritz e pelo chef Auguste Escoffier, o Hotel Ritz Paris sobreviveu a duas guerras mundiais e se tornou famoso pelas suas luxuosas instalaçoes e serviços, bem como por hospedar reis, rainhas, presidentes e personalidades como a estilista Coco Chanel, o ator e diretor Charlie Chaplin e o escritor Ernest Hemingway.

Duas das atrações do hotel, o restaurante  L’Espadon, duas estrelas no Guia Michelin e a tradicional escola de culinária Ritz-Escoffier, também deverão ser fechadas durante o período da reforma, que também deverá afetar os mais de 500 funcionários.

O Hôtel Ritz na Place Vendôme foto Divulgação)

O jardim do Ritz, pintado pelo suíço Pierre Georges Jeanniot (1848-1934) – Foto Divulgação

Assim, antes que o famoso hotel feche as portas para a reforma, a “Vogue” norte-americana convocou uma equipe de peso para criar um editorial para sua edição de abril. Para as lentes de Tim Walker, Kate Moss posou com vestidos da alta costura escolhidos por Grace Coddington.
Com ares de Maria Antonieta moderna, Kate Moss mostrou as peças mais desejadas de grifes como Valentino, Givenchy, Christian Dior, Chanel, Giambattista Valli e Alexis Mabille. Os chapéus também são de tirar o fôlego.

Publicado em 03/05/12
em: Moda

A marca suíça é uma referência na produção de caixinhas de música e tem no luxo e na sofisticação a receita para o sucesso

Numa pequena cidade suíça, a passagem do tempo só ajuda a aperfeiçoar uma arte feita com precisão. Delicadeza, design e luxo, afinados à perfeição: exigências essenciais para que uma caixa de música ostente a grife Reuge. E mesmo mirando no clássico e na exclusividade, com peças de sonho, que podem alcançar o valor de um apartamento, a Reuge se abre para as exigências das novas gerações. Com a alta relojoaria suíça, as peças da marca são tratadas como tesouros e passadas de geração para geração. Porém, sem perder a alma, elas ganham ares de modernidade e viraram exclusivíssimos objetos de design.

Publicado em 31/03/12
em: Moda

Bolsa Hermés é sinônimo de luxo fashion e o preço normal sempre inclui 4 zeros (em torno de £ 10,000-Euro12.000). Depois de “Birkin” e “Kelly”, que dominaram a moda durante décadas, Hermes deu um passo (enorme, diga-se de passagem)  rumo à criação de sua obra-prima no valor de £ 1,2 milhões (média de 1,5 milhões de euros). A versão em ouro rosa da Kelly é significativamente menor do que a versão de couro e foi feita para ser usada como pulseira coberto com 1.160 diamantes.

(Foto Divulgação)

Outros luxos:

Christian Laboutin Spring Summer 2012 (Foto Divulgação)

Ralph Lauren Spring Summer 2012 (Foto Divulgação)

Publicado em 27/03/12
em: Moda

Se você é fashionista e fã de literatura, com certeza vai amar! A nova sensação no quesito acessórios-fashion são as bolsinhas-livro ou seja, clutches-livro… 

A tendência começou com a designer francesa Olympia Le-Tan e suas adoráveis criações feitas à mão., mas o mundo fashion passou a cultuá-las desde que a atriz Natalie Portman apareceu usando sua Lolita by Olympia Le-Tan na prémière do filme Cisne Negro, no final de 2010. Desde então, a tendência foi crescendo, e outras marcas passaram a fazer novas versões da charmosa clutch, como Chanel, Kate Spade, ASOS e, mais recentemente, a brasileira New Order…

Olympia Le-Tan

Natalie Portman

Chanel Spring 2011

Kate Spade

No passado, apenas os privilegiados tinha acesso aos livros. Hoje, ainda bem, a literatura é para todos! Basta saber ler e, claro, ter vontade de ler. Mesmo que não se tenha dinheiro para comprar os últimos lançamentos, é possível conseguir livros mais baratos em sebos, pegá-los emprestados em bibliotecas ou, até mesmo, lê-los de graça pela internet. No entanto, são poucas as que têm acesso aos “livrinhos” de Olympia Le-Tan. A designer faz uma espécie de “alta-costura da literatura” e suas clutches costumam custar, em média, 1.400 dólares. Além disso, os acessórios não são produzidos em série. Cada modelo de clutch ganha, apenas, 16 reproduções, pois são todas feitas à mão  e  costumam reproduzir capas originais de grandes clássicos da literatura, como, Lolita, Dracula, O Grande Gatsby, A Divina Comédia e por aí afora…

Em tempo: se você tiver criatividade e habilidade, pode tentar fazer a sua própria bolsinha. Na internet, não faltam tutoriais.

(Fotos Reprodução)

Publicado em 25/03/12
em: Moda

O Brasil está entre os  3 primeiros países do mundo – junto com Estados Unidos e Japão –  onde as pessoas têm como prioridade a aparência física. Pois bem, aqui no Brasil, uma menina de apenas 4 anos virou fenômeno na internet com um vídeo em que ensina como se maquiar. Julie Nomura  ganhou fãs brincando com a maquiagem da mãe. O vídeo dela tem mais de 3 milhões de acessos no YouTube.

Em pouco mais de três minutos, a menina dá dicas sobre os melhores produtos e ensina a usar apetrechos como o curvex para os cílios e delineador. Ela abusa também das cores.  Em poucos dias, Julie recebeu convites para participar de programas de televisão, comerciais e saiu em uma revista de circulação nacional. A família espera que a fama repentina não tire a alegria de Julie.

Julie Nomura (Foto Divulgação / Reprodução)


Publicado em 23/03/12
em: Moda

Charlotte Casiraghi, filha da princesa de Mônaco, tem sangue fashionista na veia. Sua avó é ninguém menos que a atriz Grace Kelly – e a sua mãe é a princesa Caroline de Mônaco. Ela também já foi capa da “Vogue” Paris em setembro de 2011. Agora, o próximo passo é estrelar uma campanha: Charlotte é o rosto da “Forever Now”, a série comemorativa dos 90 anos da Gucci.

Publicado em 19/03/12
em: Moda

Depois de um desfile da Chanel, fala-se de tudo: do cenário, da fila A, do make, das roupas… e do esmalte, claro! Toda temporada a marca lança pro desfile uma cor especial, que costuma esgotar rapidinho. Nessa coleção, a escolhida foi um nude chamado “Frenzy” – frenesi em português. Mas não é só a Chanel que utiliza os esmaltes pra complementar a beleza da passarela – Dior, Alexander McQueen e Rodarte são algumas marcas que também desfilaram com as unhas pintadas. No seu Blog, a Lílian Pacce comenta algumas dessas tedências, incluindo a volta da francesinha!

O que vocês acharam da cor? Achei que não tem muita novidade. Tem vários, bem parecidos, já existentes no mercado! Tem tudo a ver com a coleção, clarinho, quase límpido, como os cristais (Foto Divulgação/Reprodução)

Este é o tom “nude” da Rodarte. Tudo para combinar com as cores do outono que chega na semana que vem (Foto Divugação/Reprodução)

Publicado em 17/03/12
em: Moda

Madonna não para. Além de estar em vias de lançar seu novo álbum, “MDNA” e de estar colhendo as críticas pelo filme “W.E.”, a popstar ainda tem tempo se dedicar ao mundo da moda.  É que a cantora acaba de fechar nova parceria, e desta vez para criar sapatos e vai lançar uma linha com preços que vão variar entre U$S 89 e U$S 349. A coleção estará à venda no próximo semestre pelos sites Nordstrom, Asos.com, Selfridges – no Reino Unido – e The Bay – no Canadá. Vejam uma pequena amostra. (Reprodução/Divulgação)

 

Publicado em 12/03/12
em: Moda

A nova coleção da maison francesa Chanel, conseguiu reinventar uma referência que já estavamos cansados de ver nas passarelas de uma forma surpreendente e inovadora. Para resgatar a essência da marca – representada simbolicamente pela pérola, que era marca registrada de Coco ChanelKarl Lagerfeld se inspirou no universo mágico do fundo do mar, com direito a cenário inspirado nos desenhos da famosa arquiteta iraniana Zaha Hadid e Florence Welch cantando sua nova música ”What the Water gave me” dentro de uma concha. Tudo lindo de se ver. No quesito beleza, a Chanel apostou em muita suavidade e um quê misterioso. Muito iluminador e muuuitas pérolas, onde quer que seja! Coques com bastante gel e para dar um ar de graça, esses grampinhos de cabelo com pérolas. Tudo com muita leveza e delicadeza…

 

 

 

Publicado em 03/03/12
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Studio E+A Engenharia
EspaçoA
Arquivo
  • expand2019 (47)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2019 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress