A cidade de São Paulo, bairro Alto de Pinheiros, foi o local escolhido por uma família paulistana que contratou o escritório Perkins + Will para a empreitada.

O ponto de partida do Projeto foi a árvore flamboyant existente no terreno de cerca de 1.000m² escolhido pelos moradores, dos quais 50% da área eram ocupados por jardim; e a imponente árvore, que se tornou a principal personagem do projeto.

O escritório resolveu então primeiro estudar e entender todas as características do local, o que incluiu até a digitalização da árvore. O mapeamento tridimensional no início do processo, inclusive, foi imprescindível para essa estrutura ser feita, sendo que as dimensões e alturas da grelha foram definidas para reduzir ao máximo o impacto a paisagem.

Depois de escolher o protagonista da obra, a idéia foi que todos, independendo de onde estivessem na casa, pudessem ver a árvore. Pensando nisso, a sala de estar/jantar e a varanda gourmet – áreas comuns e de recepção – deveriam estar estreitamente ligados a ele.

 

 

O engenheiro estrutural Hélio Olga desenvolveu uma grelha de madeira estrutural para cobrir essas áreas e possibilitar que a árvore fosse visível.

O Flamboyant, de nome científico Delonix regia, de origem Africana, é considerada uma das árvores mais bonitas do mundo, devido ao colorido intenso de suas flores.

 

Por ser uma espécie muito presente em nossa cidade, pode ser o incentivo que faltava para a preservação das mesmas, e ao mesmo tempo ser o diferencial nos projetos arquitetônicos e de paisagismo uberabenses.

Fonte: Revista AU – Arquitetura e Urbanismo

Juliana Sousa  é Arquiteta e Urbanista, com Cursos na área de Design de Interiores, Gerenciamento de Projetos, e Gestão Ambiental

Contatos:
Studio E+A – Engenharia e Arquitetura
Avenida Alberto Martins Fontoura Borges, nº 580 –  Bairro São Benedito
Uberaba/MG  Cep: 38022-070
Telefones: 34 3311-7243 | 34 99134-8578 | 34 99813-1119

 

Publicado em 11/03/18

Gilberto Machado Barata de Oliveira tomará posse hoje, feira, às 21 horas, como presidente do Instituto de Engenharia e Arquitetura do Triangulo Mineiro, durante solenidade que contará com a presença dos presidentes do CREA-MG, engenheiro civil Lucio Fernando Borges, e do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais,  arquiteto e urbanista Danilo Silva Batista, e de autoridades locais e regionais.

Tomarão posse como integrantes da executiva os seguintes profissionais: arquiteta Alessandra Rôso, engenheiro civil Walmir Januário, arquiteta Thais Curi, arquiteto Felipe Colmanetti Moura, engenheiro eletricista Geraldo Resende de Almeida, engenheiro eletricista Claudio António de Oliveira, engenheiro civil Pedro Henrique Arduini (segundo tesoureiro).

Após a cerimônia, será servido jantar por adesão. O engenheiro civil Eleiçon Mariano de Almeida, que encerrou a gestão, integra a diretoria para o biênio 2018/2019, como membro do Conselho Consultivo, do qual fazem parte ex-presidentes do Instituto, como  os engenheiros  Haffes Hallal, José Elias Miziara Neto e Vicente Marino Junior.

Gilberto Barata vai receber os cumprimentos esta noite, ao lado da esposa Cristina

Publicado em 09/03/18

Publicado em 28/02/18

O Templo de Wong Dai Sin é um espaço sagrado e moderno que abriga uma dinâmica comunidade taoísta comprometida com o desenvolvimento espiritual através da tradicional prática de tai chi. O Instituto Taoísta Fung Loy Kok encomendou um projeto para seu novo lar espiritual na região suburbana de Toronto, no Canadá, que deveria refletir não apenas a essência de suas crenças religiosas, mas também a modernidade de seus afiliados. Este local de cerimônias está implantado em uma importante via suburbana, próximo a um shopping center e um cul de sac que dá acesso a uma série de mansões familiares.

 

O projeto do templo é deliberadamente assimétrico, mantendo seu equilíbrio como uma pose de tai chi. A fachada sul do edifício é visível a partir da movimentada rua que dá acesso ao templo, revelando dois grandes balanços desiguais apoiados em esbeltos planos de concreto aparente. As rígidas legislações para vagas de estacionamento no local exigiam elevar o edifício principal acima do solo e liberar a superfície do térreo para os veículos. O templo  é apoiado sobre uma laje de concreto integrada com sete pilares de concreto, amarrados a uma robusta plataforma ancorada no solo.

O sistema protendido da laje de concreto permite os mais de 10 metros de balanço no lado oeste, pairando sobre o estacionamento que é a base de suporte da estrutra do espaço sagrado do templo. Um balanço menor de pouco mais de 5 metros no lado leste serve para acomodar um terraço exterior que funciona como contrapeso para o balanço maior. O concreto aparente também é utilizado nas duas escadas suspensas que, juntamente com um elevador, fornecem acesso aos espaços de celebração no segundo pavimento.

O exterior do edifício, nas fachadas norte e sul, possui uma série de aletas verticais em aço corten que são utilizadas para direcionar as vistas para a paisagem do entorno. As grandes aberturas verticais de piso ao teto se estendem para o exterior de forma a permitir a ampla iluminação natural dos espaços internos e uma eficiente ventilação cruzada. As fachadas leste e oeste, que confrontam com os edifícios vizinhos, foram revestidas com grandes painéis abstratos de aço inox de forma a garantir a privacidade durante as cerimônias.

Fonte: ArchDaily

 

 

Publicado em 25/02/18
SOBRE MIM

Sou Virginia Abdalla, jornalista há mais de trinta anos. Ao longo desse tempo, assinei coluna social autoral, nos diários Jornal da Manhã e Jornal de Uberaba, trabalhando com conteúdo ético e abrangente. Espaço aberto para reportagens sociais e voltado também para comportamento, lifestyle, moda, cultura, gastronomia, ciências e tendências. Editei cadernos especiais de jornais e revistas, comandei programa de entrevistas em TV local e integro o quadro de colaboradores da publicação JM Magazine,  sempre procurando destacar pessoas pelo seu talento e fatos pela sua importância transformadora.
 Este é o foco do meu trabalho jornalístico, em prospecção para este Blog, on line desde 2012 - um novo e necessário caminho para fincar os pés no presente e tecnológico universo.
Sou graduada em Pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras Santo Thomaz de Aquino - com especializações no setor - e pós-graduada em Educação Latu Sensu pela Universidade de São Carlos. Empresária, mãe, avó, filha e mulher que eventualmente se permite expressar através de produções de arte sustentável.

Studio E+A Engenharia
EspaçoA
Arquivo
  • expand2019 (25)
  • expand2018 (129)
  • expand2013 (63)
  • expand2012 (492)

© 2019 Virginia Abdalla Blog . Todos os Direitos Reservados.
Powered by WordPress